quarta, 07 de dezembro de 2016
21º Min 34º Max
Pedro Afonso - TO
Pega nome da pessoa
Blog do Fred Alves

PL que reajusta salário de professores será votado nesta quarta-feira, na Câmara de Pedro Afonso

Já tramita na Câmara Municipal o projeto de lei do executivo municipal que concede aumento de 9% aos professores concursados da Rede Municipal de Ensino de Pedro Afonso, a partir do pagamento a ser credito no início deste mês de junho.

A medida deve beneficiar cerca de 90 professores.

A matéria será apreciada e votada na sessão prevista para a noite desta quarta-feira, 27 de maio, no legislativo pedroafonsino, conforme informou a presidente Lili Benício (PSD).

Nesta quarta-feira, um grupo de professores e membros do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Município de Pedro Afonso (SISEMPA) esteve na sessão e pediu apoio aos vereadores para aprovação do projeto de lei.

“Não era o aumento que queríamos, mas sabendo das dificuldades financeiras do Município aceitamos o valor proposto com o compromisso de conceder mais 4% em agosto”, explicou a presidente do SISEMPA), Núcya Tavares Queiroz.

Quem também participou da sessão foi a secretária municipal de Educação, Flávia Marson, que agradeceu a compreensão dos educadores.

Os professores inicialmente buscavam um aumento de 15% e a revisão do percentual da tabela da progressão vertical, e ameaçaram entrar em greve quase não tivessem sua reivindicação atendida. Na contraproposta do prefeito Jairo Mariano (PDT) foi oferecido um reajuste de 9% a ser pago já no próximo mês de junho referente ao salário de maio. O gestor também se comprometeu a negociar um aumento de mais 4% em agosto deste ano, após estudo financeiro, e ainda a revisão do percentual da tabela da progressão vertical.

 

Professores pedroafonsinos querem 15% de aumento e podem entrar em greve

Os professores concursados da Rede Municipal de Ensino de Pedro Afonso podem entrar em greve a partir da próxima segunda-feira, 11 de maio, caso a administração municipal não conceda aumento salarial de 15% e não faça a revisão do percentual da tabela da progressão vertical. A decisão foi tomada após assembleia da categoria realizada nessa terça-feira, 5 de maio.

A informação foi repassada ao Blog pela presidente do Sindicato dos Servidores Públicos em Educação do Município de Pedro Afonso (SISEMPA), Núcya Tavares Queiroz.

Representantes da categoria vão se reunir com o prefeito Jairo Mariano (PDT) na próxima segunda-feira, e se não haver acordo a greve deve ser desencadeada.
Atualmente o Município conta com cerca de 150 educadores concursados.

Núcya Tavares diz que a administração municipal oferece um aumento de 13%, mas é possível haver um reajuste maior, caso haja correções. “Ainda há muita gente contratada, pessoas recebendo pela folha da educação e trabalhando em outro órgão, secretária trabalhando horário corrido e ganhando gratificações, dentre outros casos”, afirmou a sindicalista.

Em entrevista ao Blog, o prefeito Jairo Mariano (PDT) disse estar surpreso com a notícia de que os professores podem entrar em greve, já que segundo ele, há dias vem discutindo com a categoria e mostrado a situação financeira do Município. O gestor afirmou que estão sendo elaborados os Planos de Cargos, Carreiras e Salários dos Servidores do Quadro Geral e da Saúde, e também avaliado o impacto que o aumento para as duas categorias terá na folha de pagamento. Conforme o gestor, essas última medida é necessária para analisar ver qual percentual de aumento será possível conceder aos profissionais da Educação.

Jairo Mariano também afirmou que estão sendo feitas adequações, como por exemplo, a demissão de contratados. “A meu ver uma possível greve será uma inflexibilidade dos professores. Estamos fazendo adequações para reconhecer o trabalho de todos os servidores, mas temos que cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal. Todas as ações estão sendo feitas com transparência e participação dos sindicatos, inclusive o da Educação. Não há motivo para uma decisão drástica”, finalizou.
 

Eleições 2016 em Pedro Afonso: Oposição já tem nomes; Prefeito não fala em reeleição

Dionelson Nunes, Terrinha, Pedro Belarmino. São alguns dos nomes que circulam nas rodas de conversas como prováveis candidatos a prefeito de Pedro Afonso na eleição de 2016. Em comum o fato de fazerem oposição ao prefeito Jairo Mariano (PDT) e apoiarem o governador Marcelo Miranda (PMDB), que terá papel fundamental na eleição municipal.

Por enquanto, Jairo Mariano ainda não disse se buscará a reeleição. Parece mais preocupado em administrar o município que sofre com a diminuição dos repasses, sobretudo os do Governo Federal. Reflexo da crise econômica que assola o país.

Ah, já ia esquecendo: o ex-prefeito Tom Belarmino, que ainda em 2014 ficou inelegível por 8 anos após ser condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral sob acusação de improbidade administrativa, afirma que pode reverter a condenação e disputar um terceiro mandato como prefeito de Pedro Afonsno.

Fato é que até as convenções de junho do ano que vem muita água vai rolar. Hoje aqueles que militam em lados opostos, podem estar juntos no mesmo palanque. Coisas da política.

 

Vice-prefeito Gilmar Lacerda confirma o nome de Bil Galvão na Secretaria da Saúde de Pedro Afonso

Não vem de fora o novo secretário de Saúde de Pedro Afonso como havia dito o prefeito de Pedro Afonso, na última semana, na Câmara Municipal. Na ocasião, como mostramos aqui no Blog, Jairo Mariano (PDT) afirmou que profissionais pedroafonsinos sondados não aceitaram o convite para ocupar o cargo.

No início da noite desta quarta-feira, 1º de abril, o vice-prefeito Gilmar Lacerda (PMDB), entrou em contato com o Blog para informar que Debson Galvão Feitosa, conhecido como Bil, vai ocupar a pasta, que enfrenta problemas e é bastante criticada.

Segundo Lacerda, a intenção “foi valorizar alguém de Pedro Afonso”. Ele ainda afirmou que a nomeação oficial acontece depois do feriado da Semana Santa.

O prefeito Jairo Mariano não foi encontrado para confirmar a indicação.

Por telefone, Bil confirmou ter recebido o convite do prefeito e aceitado. Formado em Contabilidade, ele tem 34 anos, atuou por sete anos como gerente de Logística do Hospital Regional de Pedro Afonso, e de setembro a dezembro de 2014 foi diretor administrativo da unidade.

O futuro gestor da Saúde acredita que a experiência no Hospital Regional pode ajudar na nova missão. “Vai ser um desafio novo, mas espero contar com o apoio de toda a equipe. O prefeito deu o aval e vamos buscar solucionar os problemas. Vamos priorizar os usuários”, disse Bil, informando que uma das primeiras medidas será acabar com a falta de medicamentos da farmácia básica.
 

Novo de secretário da Saúde de Pedro Afonso será conhecido dia 1º de abril

Há mais de um mês sem titular, a Secretaria de Saúde de Pedro Afonso terá um novo gestor a partir da próxima quarta-feira, 1º de abril. O anúncio foi feito pelo prefeito Jairo Mariano (PDT), na quarta-feira, 25 de março, na Câmara Municipal.

A declaração foi dada após aprovação, por unanimidade, de requerimento do vereador Mirleyson Soares (PT) solicitando informações sobre a nomeação do titular para a pasta.

O prefeito não informou o nome do novo gestor da Saúde, mas adiantou que ele vem de foram porque os profissionais pedroafonsinos sondados não aceitaram o convite para ocupar o cargo. “Fizemos contato com pessoas daqui e não recebemos a afirmativa de querer ser o secretário. Na ausência de alguém de Pedro Afonso que aceitasse, vamos trazer de fora. Temos sido criteriosos em escolher um profissional que tenha um perfil adequado para fazer a gestão da Saúde”, explicou.

Jairo Mariano reconhece que a ausência de um secretário na Saúde, pasta considerada estratégica, causou prejuízos à comunidade, mas assegura que tem acompanhado de perto o andamento das ações da secretaria. “Já organizamos 50% dos problemas que tínhamos na pasta”, garantiu.
 

Vontade da maioria dos líderes prevalece e Lúcia Sousa é a diretora de ensino de Pedro Afonso

Depois de uma disputa acirrada entre lideranças locais, finalmente foi nomeada a diretora regional de ensino de Pedro Afonso. A escolhida é a professora Maria Lúcia Pereira dos Santos de Sousa.

A nomeação está no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, 27 de fevereiro. Confira aqui.

O nome da professora era o preferido da maioria dos lideres partidários pedroafonsinso que apoiaram a eleição do governador Marcelo Miranda (PMDB). Mas conforme apurado pelo Blog, aliados do deputado reeleito Zé Roberto (PT), governista mais votado em Pedro Afonso com 439 votos, queriam que o escolhido fosse o professor Sebastião Aguiar.

De 2013 até 2014, Maria Lúcia Pereira dos Santos de Sousa foi diretoria do Colégio Cristo Rei. Iniciou a carreira na Educação, em 1992, em Tocantínia. Em seguida, Maria Lúcia ajudou a criar uma escola em Centenário, onde também foi gestora. Antes de ir para o Colégio Cristo Rei, ela dirigiu as escolas Ana Amorim e Pádua Fleury, de Pedro Afonso.

 

Briga por cargos termina em “barraco” na DRE de Pedro Afonso

A tranquilidade de quem trabalha ou estava na Diretoria Regional de Ensino (DRE), de Pedro Afonso, na tarde da segunda-feira, 23 de fevereiro, foi quebrada por uma discussão envolvendo políticos do grupo que apoiou a reeleição do governador Marcelo Miranda (PMDB), em Pedro Afonso. Entre os presentes gente do PMDB, PT, PTN e PTB, com e sem mandato, conforme fontes revelaram ao Blog do Fred Alves.

O quiprocó teria sido motivado pela disputar para escolha de nomes a serem indicados ao Governo do Estado e nomeados para trabalharem na DRE e em escolas do município.

O cargo mais disputado é justamente o de titular da Diretoria Regional de Ensino. Devido ao fato de os políticos locais não se entenderem, das 13 Delegacias Regionais de Ensino apenas as de Pedro Afonso e Guaraí ainda não têm titulares. Nas demais os cargos foram nomeados no último dia 13 de fevereiro.

A notícia do “barraco” está circulando pela cidade e foi até debatido por vereadores, antes da sessão da manhã desta quarta-feira.

“O desrespeito foi terrível, a ética passou longe”, contou uma pessoa que estava no local no momento em que os políticos discutiam em uma sala, praticamente aos gritos.
“Cada um queria indicar os seus e não chegavam a um acordo. Nunca tinha visto uma falta de ética daquelas, principalmente de pessoas que representam a comunidade. Tudo isso dentro de um órgão de trabalho. Poderiam ter se reunido em outro local e depois só trazer suas decisões”, relatou outra pessoa que presenciou o bate-boca.

“Nós aqui estamos em uma situação difícil. Toda essa demora em sair o nome do diretor ou diretora regional está causando todo esse mal estar”, comentou uma servidora que preferiu não se identificar, temendo represálias.

Conforme apurado pelo Blog do Fred Alves, um dos políticos presentes à reunião teria batido na mesa e também dito: "quem não votou no governo, não vai continuar aqui!".

Coisas da política pedroafonsina tupiniquim...onde alguns “nobres representantes da classe política” praticam a politicagem, ao invés de fazerem política pensando de forma coletiva e no bem comum.
 

Marcelo Miranda pode vir a Pedro Afonso nesta semana

Pedro Afonso pode ser uma das primeiras cidades visitadas pelo governador Marcelo Miranda (PMDB) após sua posse em janeiro. O CNN apurou que o chefe de executivo estadual deve participar, nesta sexta-feira, 20 de fevereiro, da V Jornada Tecnológica de Pedro Afonso e Região.

A informação não é oficial, mas fontes revelaram ao CNN que, inclusive, a Secretaria Estadual de Infraestrutura teria enviado máquinas para fazer reparos na estrada vicinal que dá acesso à Fazenda Uruçu, onde acontecerá o evento voltado a produtores de soja, técnicos da área e estudantes.

Caso Marcelo Miranda realmente venha a Pedro Afonso, será uma boa oportunidade para a classe produtora apresentar suas reivindicações.
 

Lideranças indicam nomes para órgãos públicos; Maioria quer Lúcia na DRE, Zé Roberto prefere professor Sebastião

Fontes do Blog Fred Alves informam que lideranças de vários partidos que apoiaram a eleição do governado Marcelo Miranda (PMDB) já indicaram nomes para as chefias dos principais órgãos estaduais que funcionam em Pedro Afonso.

Em três casos foi solicitada a permanência dos atuais titulares, como por exemplo, no comando do 3º Batalhão da Polícia Militar, que tem a frente o tenente-coronel Miranda; Naturatins, gerenciado por Mauricio Barros, e na direção do Hospital Regional de Pedro Afonso, onde permaneceria o médico Augusto Sales.

Para o Ciretran o indicado foi Benedito Moura Medeiros, o Bené, agente comunitário de endemias e presidente do Diretório Municipal do PT. O nome do ex-vereador Pedro Belarmino (PTB) foi sugerido para a Delegacia Regional de Serviços da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec). Ele é já atua no órgão, onde é concursado.

Já para o comando do Destacamento da Companhia Independente de Policia Rodoviária e Ambiental (CIPRA) foi indicado o nome do tenente da Polícia Militar Rodrigues.

O imbróglio estaria na definição da delegada da Delegacia Regional de Educação (antiga Diretoria Regional de Gestão e Formação). Representantes de todos os partidos apoiadores do governo teriam indicado o nome de Maria Lúcia Pereira dos Santos de Sousa, ex-gestora do Colégio Cristo Rei. Porém o deputado reeleito Zé Roberto (PT), governista mais votado em Pedro Afonso com 439 votso, bate o pé para que o escolhido seja o professor Sebastião Aguiar.

Agora quem decide é o dono da caneta. Vejamos se vai referendar os pedidos das lideranças pedroafonsinas. Depois é esperar para vermos se os ungidos vão desempenhar bem suas funções.

 

Orçamento de Pedro Afonso para 2015 será de quase R$ 37 milhões, 43,32% a mais do que neste ano

Foi aprovado nesta semana, na Câmara Municipal, o Projeto de Lei referente ao Orçamento Anual do Município de Pedro Afonso, para o exercício financeiro de 2015. O Orçamento previsto é de R$ 38.698,000,00 milhões, 43,32% superior ao valor deste ano que foi de R$ 27 milhões.

O projeto ainda será sancionada pelo executivo municipal.

O maior valor foi estipulado para a área de Educação – R$ 11.116.200,72. O menor é para a área de Segurança Pública: apenas R$ 6.050,00.

Já para a Câmara Municipal foi destinado o repasse de R$ 1.155,000,00.

Confira abaixo os valores por áreas de responsabilidade do Poder Público Municipal:

CÓDIGO  FUNÇÕES  TOTAL R$
01  Legislativa     1.155,000,00
04 Administração  3.592,148,94
05 Defesa Nacional  37.796,00
06 Segurança Pública  6.050,00
10 Saúde  7.605.808,00
12  Educação 11.116.200,72
13  Cultura  1.935,700,00
15  Urbanismo  4.966.115,00
16  Habitação  253.000,00
17  Saneamento  949.026,34
18  Gestão Ambiental  2.811.770,00
20  Agricultura  202.000,00
23  Comércio e Serviços  267.000,00
26 Transporte  620.000,00
27   Desporto e Lazer 382.800,00
28  Encargos Especiais 454.550,00
99  Reserva de Contingência  40.000,00