quinta, 08 de dezembro de 2016
22º Min 32º Max
Pedro Afonso - TO
Pega nome da pessoa
Blog do Fred Alves

Edmar Correa deve assumir presidência da FAET

O presidente do Sindicato Rural de Pedro Afonso, Edmar Correa, deve assumir a presidência da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (FAET) no início de junho.

A informação ainda não foi confirmada oficialmente pela FAET, porém o próprio Edmar declarou a esse Blog que vai assumir a presidência do órgão. A posse está prevista para acontecer entre os dias 4 e 5 de junho. O produtor rural, inclusive, já esteve na sede da entidade em Palmas, para conhecer a fundo seu funcionamento.

Ele chegará ao comando de uma das entidades mais fortes do Tocantins devido ao fato de a atual presidente, senadora Kátia Abreu (PMDB), e o 1º vice-presidente, Paulo Carneiro, também presidente do Sindicato Rural de Almas, deixarem as funções para disputarem a eleição estadual deste ano.

Edmar Correa é o terceiro na linha sucessória da FAET e com a saída dos dois primeiros, ocupará a presidência da entidade que defende os interesses dos produtores rurais tocantinenses e tem um orçamento considerável para realizar suas ações.

A atual diretoria da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins tomou posse em janeiro deste ano para um mandato que vai até o final de 2016.
 

Que venha o Pró-Município!!!

Fruto de muitas reclamações, a buraqueira que toma conta de Pedro Afonso pode acabar em breve, mesmo que provisoriamente. A aposta do prefeito Jairo Mariano (PDT) é a parceria com o governo do Estado para realização do Pró-Município. O programa lançado pela administração estadual prevê diversas obras de infraestrutura, incluindo ações de pavimentação e recuperação de vias urbanas.

O gestor espera que em maio as máquinas e funcionários do Estado estejam por aqui. Anseio também compartilhado pela população.

O prefeito também informou que em breve a empresa LC da Luz Construções Locações LTDA, escolhida em processo licitatório no valor de R$ 270 mil, vai cuidar dos parques, jardins, praças e outros bens públicos. Para isso, ainda é preciso assinar contrato e conseguir o recurso financeiro.

A infraestrutura, aqui incluindo os constantes problemas com o fornecimento de água, é a área mais criticada da atual gestão. São necessárias providências urgentes neste setor. Como muita gente diz: "A chuva está acabando, agora não cabe mais desculpas". 
 

Peças do quebra-cabeça começam a se encaixar

Rubens Gonçalves
Especial para o Centro-Norte Notícias


As eleições deste ano eram uma das mais imprevisíveis da história do Tocantins. Eram, porque depois do dia 4 de abril o quebra-cabeça começou a ser montado, após a mexida de algumas peças. Primeiro o vice-governador João Oliveira (DEM) renunciou ao cargo, e no dia seguinte o agora ex-governador Siqueira Campos (PSDB) fez a mesma coisa, abrindo caminho para o presidente da Assembleia Legislativa, Sandoval Cardoso (SD), assumir o governo do Estado.

Sandoval fica à frente do governo por 30 dias, e aí será realizada eleição indireta na Assembleia Legislativa para a escolha do governador ao mandato tampão, até o último dia deste ano.

A mudança de todas estas peças no jogo eleitoral parece ter um único objetivo: a candidatura do ex-secretário, ex-senador e filho de Siqueira, Eduardo Siqueira Campos (PTB), pois se não fosse assim ele não poderia disputar a sucessão do pai.

A Constituição Federal prevê as inelegibilidades em razão de parentesco, relacionadas à chefia do Pode Executivo. “Para concorrerem a outros cargos, o presidente da República, os governadores de Estado e do Distrito Federal e os prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito”, diz o texto constitucional, em seu artigo 14, parágrafo 6.

Outras peças
Entretanto, enganam-se os que pensam já terem entendido por completo o jogo eleitoral. Para uma visão completa da partida muitas peças ainda precisam ser movidas, e muitas perguntas têm que ser respondidas. Por exemplo, Eduardo Siqueira Campos vai concorrer à eleição indireta?

Ele garante que não. “Não disputo eleição indireta. Não que não seja honrosa e nem constitucional, mas porque não me passou pela cabeça", diz. Mas o vice-governador também disse e repetiu, em inúmeras entrevistas, que não abriria mão do cargo. Até porque, há quem diga que ele teria mais força política com “o governo nas mãos”.
Também não se pode esquecer a oposição, afinal não se ganha eleição sem combinar com o eleitor. E há fortes indícios de que o antisiqueirista procurador da República, Mário Lúcio Avelar – aquele que investigou e levou à prisão de Jader Barbalho, em 2002 –, vai disputar o Palácio Araguaia. Por não ter os desgastes dos políticos tradicionais, ele pode surpreender como o prefeito Carlos Amastha (PP) surpreendeu nas eleições de 2012 em Palmas.

Existe também a incerteza quanto à candidatura do ex-governador Marcelo Miranda (PMDB), forte em qualquer disputa, e este ano ao lado da articulada senadora Kátia Abreu (PMDB), que pode ir à reeleição ou concorrer na cabeça de chapa, dependendo da situação de Marcelo.

Pacote de bondades
Não se pode ignorar também que, se por um lado a imagem do governo Siqueira Campos está desgastada, por outro ele assinou um pacote de bondades que beneficia milhares de servidores de várias categorias. Como se sabe, voto de servidor público pode mudar o rumo de eleições aqui no Tocantins, já que o Estado ainda é o principal empregador.

A assinatura das Medidas Provisórias foi acompanhada com ansiedade pelos servidores públicos, que lotaram o gabinete de Siqueira. A primeira Medida Provisória (MP 08/2014) realinha o salário dos policiais civis, beneficiando 3.127 servidores no Estado. Ele assinou também MPs que criam 12.069 cargos na área da saúde a serem providos mediante concurso público; realinhou os salários dos servidores da Defensoria Pública, que estão em greve desde o último dia 24; e o PCCS dos profissionais da educação básica: criando o quadro de apoio à administração da educação e realinhando a remuneração dos professores de nível médio com os professores de nível superior.
 

Sipriano assume liderança de governo e promete melhorar relação entre vereadores e prefeito

Conforme adiantado pelo blog no último dia 20 de março, o vereador Sipriano (PMDB) foi confirmado como novo líder de governo na Câmara Municipal de Pedro Afonso.

O ofício enviado pelo prefeito Jairo Mariano (PDT) foi lido na sessão realizada na manhã desta quarta-feira, 26.

Sipriano voltou a reafirmar que pretende ser o elo entre o executivo e o legislativo. “Me coloco à disposição de cada vereador. Vou fazer de tudo para que as demandas apresentadas pelos vereadores sejam atendidas pelo prefeito de forma ágil. Tenho muito tempo para realizar esse trabalho”, assegura o novo líder.

Ainda durante a sessão ele se comprometeu a intermediar uma reunião entre taxistas, que reivindicam a construção de coberturas nos pontos de táxi, e o chefe do executivo municipal.

Sipriano substitui a vereadora Sirleide do Movimento (PMDB) que deixou o cargo alegando “ter faltado transparência na relação com o executivo” e reclamou que suas solicitações deixaram de ser atendidas.

O novo líder ocupa seu quarto mandato como vereador.
 

Sipriano aceita convite do prefeito e será o novo líder de governo no legislativo pedroafonsino

O vereador Sipriano (PMDB) confirmou no início da noite da quinta-feira, 20 de março, que será o novo líder de governo na Câmara Municipal de Pedro Afonso.

Em conversa por telefone ele disse ter aceitado o convite do prefeito Jairo Mariano (PDT) e pretende trabalhar para que haja harmonia entre o executivo e o parlamento. “O objetivo final é aprovar projetos que beneficiem a população pedroafonsina”, diz Sipriano, que apesar de exercer seu quarto mandato nunca havia ocupado a liderança de governo no legislativo municipal.

A mensagem de indicação do prefeito deve ser lida na próxima sessão marcada para esta quarta-feira, 26 de março, às 9 horas.

Sipriano substitui a vereadora Sirleide do Movimento (PMDB) que deixou o cargo alegando ter faltado transparência na relação com o executivo e reclamou que suas solicitações deixaram de ser atendidas.

Ela também deixou transparecer a insatisfação por uma provável interferência do prefeito na eleição para a mesa diretora da Câmara de Pedro Afonso, realizada no final de 2013, quando o vereador Coelho (DEM) foi reeleito presidente. Na época, Sirleide do Movimento foi candidata a vice-presidente na chapa encabeçada por Salim Bucar, que disputou pelo PTB, mas hoje está no SDD.

“Essa situação é como um cristal quebrado”, afirmou a vereadora ao se referi ao desgaste com o executivo.

Apesar de deixar a liderança de governo, Sirleide do Movimento permanece na base de Jairo Mariano, segundo ela, “sendo companheira e votando em projetos que forem do interesse da comunidade”.
 

Saudade dos velhos Carnavais

A Quarta-Feira de Cinzas geralmente é de boas lembranças do Carnaval que terminou, mas alguns organizadores de blocos preferiram “lavar a roupa suja”. O palco escolhido para a troca de farpas foi o Facebook, hoje mais um muro de lamentações do que uma rede social para agregar.

A intenção aqui não é dizer quem está certo ou errado. Com erros e pontos positivos, cada um fez a festa à sua maneira e divertiu seus foliões, que certamente vão repetir a dose no próximo ano.

Toda essa discussão serviu para trazer à minha memória lembranças de uma época não muito distante, cerca de uns 25 anos, quando a Festa de Momo por aqui era diferente, não tão profissional e mais familiar. Não havia grandes estruturas e os bailes carnavalescos aconteciam no Bancrévea Clube. Praticamente não existiam blocos, nem tão pouco os abadás.

A animação ficava por conta de cantores como Conceição e os músicos Fusca, Iramú, Mica, Byron, Seu Zeca Lima, entre tantos outros artistas todos de Pedro Afonso, além de bandas regionais. Nada contra os ritmos, mas aquelas marchinhas eram muito boas e se entendia o que era ditos nas músicas.

Um personagem inesquecível daquela época era o Seu Florisval, também músico. Baixinho e inquieto mantinha a ordem ao seu estilo. As matinês reuniam as famílias e o clima era de confraternização. Registros de violências eram raros, no máximo um bate-boca entre pessoas que bebiam um pouco mais. No dia seguinte a vida continuava.
Veio a modernidade e o carnaval pedroafonsino ganhou as ruas. Cresceu a estrutura e o público, as atrações se tornaram nacionais, surgiram os blocos organizados, mas acho que a festa perdeu um pouco do encanto, ficou mais comercial.

É a modernidade, alguns dizem e até concordo. Porém acredito que Pedro Afonso poderia fazer como outras cidades brasileiras, onde o carnaval evoluiu, mas se valoriza a tradição. Isso além de divertir os foliões, pode atrair ainda mais turistas e, consequentemente, gerar mais renda. Há público para diferentes estilos: o “novo” e o “velho” podem conviver harmonicamente.

Essa é só uma breve reflexão de um folião ainda jovem, mas com saudade dos velhos carnavais do Bancrévea Clube...
 

Azulzinho da cor do céu

21/02/2014 11h52 - Atualizado em 25/02/2014 13h53

Hoje cedo eu chorei, mas meu choro não é nada perto das lágrimas derramadas pelo meu amigo Dalci, pai do pequeno Lucas, de 7 anos, que nos deixou prematuramente na última quarta-feira.

Encontrei Dalci na porta da casa da sua mãe, vizinha a da minha mãe ali na Rua Guimarães Natal, de tantas histórias em nossa Pedro Afonso.

Chorando Dalci falou da saudade de quem perdeu o único filho, também o único neto do lado materno. Falou com carinho do filho, cheio de sonhos e que estava feliz pela mudança para a casa construída com tanto esforço pelos pais lá no Aeroporto II, onde moravam desde o último dia 10 de fevereiro.

Nas suas palavras a lembrança do filho brincalhão e amável com os pais, familiares e amigos. Era visível o sentimento de saudade do menino inocente que sonhava com a instalação da TV a cabo, mas que se contentava com os brinquedos que tinha. Lembrou do garoto indo para a escola de relógio e correntinha no pescoço com pingente onde se via a letra L de Lucas. Era um garoto, mas dizia ao pai: “já sou homem”. O “menino- homem” que dividia a jaqueta com o colega Iago.

Recordação do menino que quando via o Jâncio pedia ao pai para ir dá um abraço no amigo.

Dalci lembrou do Luquinha que no último dia 15 de fevereiro comemorou o aniversário do pai com um brilho no olhar e falou que cuidaria dos avós maternos que vivem sozinhos em outra cidade. Recordou do menino encantado com o banho de piscina na casa de um irmão da Igreja Batista Nova Jerusalém.

“Papai eu te amo”, relembra o pai da frase repetida frequentemente pelo filho.

Ontem Dalci voltou à casa da família e passou a noite se revirando na cama sem conseguir dormir. Na cabeça a lembrança daquele menino dócil e que gostava da tia Teté da Jandevan, tanto que pediu ao pai para comprar um presente para a professora preferida.

O meu choro não é nada perto daquele derramado por Dalci. Aquela é uma dor imensurável de quem diz: “Filho não deve morrer primeiro do que o pai”.

Talvez o único consolo sejam os bons momentos que os pais viveram com o pequeno Luquinha em sua curta passagem por essa vida. “Deus nos deu ele por 7 anos de uma intensa felicidade”, lembra Dalci.

A parede “azulzinho da cor do céu” do quarto da criança, como dizia o garoto, continua lá. Continua também o vazio pela perca repentina de alguém tão amado. Ao pai restam as lembranças de um tempo bom ao lado do filho amado. Saudades Luquinha!!!
 

Salim Bucar fica; Mirleyson Soares vai se licenciar

A primeira sessão do legislativo pedroafonsino no noite da segunda-feira, 18, foi bem movimentada. Sem matérias para votar e antes de definiram os membros das comissões permanentes da Casa de Leis, a primeira parte do encontro foi usada para pronunciamentos, onde a maioria dos vereadores falou das expectativas para os trabalhos do semestre.

Tudo muito tranquilo e aparentemente sem nenhuma novidade, até Salim Bucar (PTB) falar .

Visivelmente chateado, negou que se licenciaria e abriria vaga para o suplente Pedro Belarmino (PTB) assumir o mandato de vereador por três meses. “Fui eleito para cumprir o meu mandato, essa história de eu me licenciar é fuxico de rua”, disse o parlamentar, completando: “tá bom que eu vou sair pro Pedrão assumir”.

A declaração provocou risos no plenário.

Já Mirleyson Soares confirmou que vai se afastar em junho por um período de três meses. Quem assume é o suplente Ronan Torres, representante da Vila Mata Verde. “Foi um compromisso que fiz com ele na campanha, caso ganhasse iria dá oportunidade ao meu suplente conhecer o trabalho parlamentar”, explica Mirleyson, único petista no legislativo de Pedro Afonso. 

E a semana, como foi?

Sabadão, para muitos é dia de descanso. Ouvindo um bom samba, já que também sou filho do homem lá de cima, resolvi fazer um balanço da semana que se encerra. Teve de tudo

No domingo, 9 de fevereiro, o ex-prefeito Tom Belarmino recebeu em Pedro Afonso, o ex-governador Marcelo Miranda e um monte de outros políticos...além de pessoas “normais” da comunidade. Apareceram alguns pré-candidatos pra eleição de outubro. Nas conversas muita política e um bom whisky porque ninguém é de ferro.

Nota triste: o ex-prefeito de Ponte Alta do Tocantins Cleyton Maia, 51 anos, o filho dele, Cleyton Maia Barros Filho, o Cleytinho Maia, 24 anos, e um amigo da família, Luis Augusto Aragão Feitosa, 23 anos, morreram em acidente aéreo, numa chácara próxima de Taquaralto. Eles vinham para o aniversário de Tom Belarmino.

Na noite de domingo se desenrolou uma história que ainda tem muito a se esclarecer. Um idoso de 65 anos acusa de agressão o secretário de Relações Institucionais, Jalles Mariano, e que desde dezembro responde interinamente pela Secretaria de Assistência Social. O irmão do prefeito Jairo Mariano nega. Dias depois, circulou a informação de que o agressor seria o filho do secretário, que não quis comentar o caso. Enquanto isso se viu de tudo nas redes sociais, gente atacando e defendendo. No final quem deve esclarecer a história é a polícia. À Justiça cabe punir, caso haja algum culpado.

No Facebook, o prefeito Jairo Mariano fez um longo desabafo, tratou o caso como manobra de opositores e disparou: “Hoje e ao longo desses mais de 13 meses que estou como prefeito de nosso município venho sendo caluniado, e ainda sendo vítima das mais mesquinhas mentiras, sempre com o intuito de me descredibilizar, utilizaram um senhor de mais de 65 anos de idade, amigo de nossa família, como bode expiatório de uma grande farsa, aproveitaram de sua embriaguez e de um acidente ocasionado pelo álcool, como se os meus irmãos o tivessem lhe agredido, fato que foi desmentido na delegacia pelo próprio, aproveitando da vulnerabilidade social em que ele se encontra, para mais uma vez buscar colocar a opinião publica contra nosso governo, isso não dá mais para aceitar”.

Mudando de assunto, na Portelinha Kleybenny Rodrigues venceu Ricardo Galvão e foi eleita presidente da diretoria da Associação dos Moradores. A disputa foi acirrada e os ânimos se exaltaram. A Polícia Militar foi chamada e a ordem reestabelecida.

Os funcionários públicos estaduais continuam com a jornada de seis horas corridas até junho.

Em Guaraí, na terça-feira, 11, o prefeito Genésio Ferneda reuniu o secretariado e pediu apoio ao candidato do governador Siqueira Campos. Justificou que o município tem grandes obras em parceria com a administração estadual.

A terça-feira também foi de movimentação no Setor Aeroporto II, um dos maiores bairros pedroafonsinos. Insatisfeitos com a demora na instalação da rede de energia elétrica e a recuperação de ruas, os moradores marcaram um protesto para o dia seguinte, cancelado em virtude da chuva. Depois que souberam que o governo municipal está tomando providências, decidiram por enquanto, adiar o protesto.

Dia 12 notícia boa – Governo destinou área para construção da sede do 3º BPB. Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Benício afirmou que o dinheiro – R$ 1.200,000,000 – já está na conta do governo. Próximo passo é a licitação. Expectativa é que 2015 inicie com o batalhão pronto. Aguardemos.

E para a Polícia Civil, o velho “Jural” morreu de causas naturais, não houve assassinato. Foi o delegado Wlademir Costa que afirmou com base em um laudo, que não apontou marcas de violência no corpo do boêmio que não “ofendia” nem o que comia.

Na quinta-feira, 13, um grupo de universitários esteve na sede do Centro-Norte Notícias, para expor as dificuldades enfrentadas para custear gastos com transporte até Guaraí, onde os alunos frequentam cursos superiores na Faculdade Guaraí (FAG). Foram ouvidos. A secretária municipal de Educação, Flávia Marson, também. Relatou que todos os estudantes cadastrados em janeiro, um total de 81, são atendidos. O problema também repercutiu nas redes sociais e rendeu discussões acaloradas.

Na mesma semana em que festejou o aniversário e foi prestigiado por vários políticos, Tom Belarmino teve mais uma derrota na Justiça Eleitoral. Sua prestação de contas da eleição de 2012, quando também teve o registro da candidatura cassado, foi desaprovada. Ele diz que o problema é simples e será resolvido.

Movimentada mesmo foi a sexta-feira, principalmente na área de segurança. Em Tupirama um homem foi preso e contou que ganharia R$ 500,00 para matar outro homem. Detalhe: usando um porrete de madeira. Foi preso em flagrante. A PM também prendeu um conhecido ladrão de Pedro Afonso. Menos dois dando trabalho e ameaçando a tranquilidade dos cidadãos de bem.

A Operação Renascimento também teve novidades. O delegado Wlademir Costa pediu a prisão preventiva de 17 acusados de envolvimento com tráfico de drogas em Pedro Afonso e região. Uma informação chamou atenção. Segundo ele, após as prisões, os furtos e roubos diminuíram consideravelmente. Muitos usuários furtam e roubam para comprar drogas. Agora cabe a justiça atender ao pedido do delegado, caso contrário, automaticamente os acusados voltam às ruas quando vencer o prazo das prisões provisórias.

Sexta ainda foi de notícia boa. Finalmente o Governo convocou candidatos aprovados no Concurso do Quadro Geral. Demorou!!!

A sexta terminou com a posse do Bené no diretório do PT pedroafonsino. Fala em trabalhar para promover o diálogo entre o poder público e os menos favorecidos. Que vá da teoria à prática. Já em Bom Jesus a prefeitura disponibilizou um imóvel para os Correios e anunciou contratação de um carteiro para atender os moradores, que ficaram sem receber correspondências após o fechamento da agência.

E a próxima semana o que nos reserva? Que venha com boas notícias, mais compreensão, menos julgamentos precipitados e respeito à opinião alheia.
 

Nos bastidores da notícia

Esse é mais um espaço de propagação da informação. Nele vamos mostrar os bastidores da política, com matérias, notas e outras informações relevantes. Também haverá espaço para economia, sociedade e humor (o conhecido Zé Matraca, colunista do Centro-Norte Notícias, vai colaborar conosco).

Para quem não me conhece, sou o jornalista pedroafonsino Fred Alves. Tenho 36 anos de idade, sou casado com Márcia e pai de Maria Virgínia e de uma criança que está sendo gestada e ainda não sabemos o sexo.

Sou formado em jornalismo pela UFT - Universidade Federal do Tocantins e especialista em Educação, Comunicação e Novas Tecnologias. Já integrei a equipe de Radiojornalismo e de Televisão da Redesat Tocantins, como estagiário.

Fui repórter dos jornais tocantinenses O Girassol, Primeira Página e Voz do Tocantins, e correspondente no Tocantins dos jornais goianos O Sucesso e Diário da Manhã. Colaborei na implantação e fui o primeiro editor do site do O Jornal, do saudoso Salomão Wenceslau que nos deixou tão cedo. Lá também atuei como repórter.
Ainda trabalhei por quatro anos da Assessoria de Imprensa do Naturatins – Instituto Natureza do Tocantins.

Produzi e apresentei o programa Falando Sério, veiculado na Rádio Vale FM de Pedro Afonso. Ainda presto consultoria em comunicação para empresas privadas.
Há 5 anos sou editor-chefe, repórter e colunista do Centro-Norte Notícias, jornal que circula na região de Pedro Afonso e abrange 12 cidades.
Sejam todos bem vindos e logo temos notícias. Abração”