quinta, 08 de dezembro de 2016
22º Min 32º Max
Pedro Afonso - TO

Educação e Cultura

SALÃO DO LIVRO 2015

Mauricio de Sousa fala sobre seus personagens e responde a perguntas das crianças

21/09/2015 08h11 - Atualizado em 21/09/2015 08h18
Mauricio de Sousa fala sobre seus personagens e responde a perguntas das crianças Elias Oliveira/Seduc

Principal atração do segundo dia de Salão do Livro, a palestra do escritor e cartunista Mauricio de Sousa lotou o auditório Tião Pinheiro no Centro de Convenções Parque do Povo. Com o tema “A importância e o desenvolvimento da leitura”, o criador da Turma da Mônica falou sobre o processo de criação de seus personagens e interagiu com as centenas de crianças, que da plateia, assistiram a ele, boquiabertas.

Mantendo gerações de leitores com personagens que há mais de 50 anos frequentam o imaginário infantil de todo o País, Mauricio de Sousa consegue se inovar e atender a públicos que vão desde crianças menores até adolescentes que passaram a acompanhar a série de histórias em quadrinhos da Turma da Mônica Jovem.

Com o crescimento de ferramentas digitais para leitura e com a internet cada vez mais presente na vida dos leitores, as revistinhas da MSP (Mauricio de Sousa Produções) ainda são as publicações periódicas infantis mais vendidas no Brasil. “Eu percebi que o meu público estava crescendo e migrando para Mangás (histórias em quadrinhos japonesas) e decidi criar a Turma da Mônica Jovem, que se tornou a revista em quadrinhos mais vendidas do Brasil”, disse durante a palestra.

Muito atencioso com os pequenos que frequentaram o auditório durante a palestra, o “pai” de personagens como Cebolinha, Cascão, Chico Bento, Mônica e Magali, comentou sobre o desafio de se manter atual e presente na vida das crianças depois de décadas. “Criança é tudo igual sempre, a todo o momento. Mudam os cenários, mudam as tecnologias, mas as crianças, em sua essência são sempre iguais. A mesma história que faço no Brasil sai em qualquer lugar do mundo do mesmo jeito”, explicou.

Salão do Livro
Sobre o maior evento literário da região da Amazônia Legal, o escritor destacou a importância de se promover a leitura, principalmente entre os mais jovens. “Estamos tendo, em todos os lugares, uma grande proliferação de salões do livro e feiras literárias. Isso tudo é sinal de que a inteligência das pessoas também aumenta, pois a leitura é o futuro intelectual das crianças”, frisou.

Homenagem
Antes do início da palestra, o secretário de Estado da Educação, Adão Francisco de Oliveira, entregou uma placa ao cartunista, escolhido como homenageado nacional da 9ª edição do Salão do Livro. Para o gestor, a homenagem a Mauricio de Sousa foi mais do que merecida. “Esta homenagem é mais do que justa, pois seus personagens corroboram com as perspectivas regionais do Brasil”, completou. (Da Secom)

Leia por Assunto: Salão do Livro
Veja Também