Segurança e Justiça

TRÁFICO DE DROGAS

Sobe para 14 o número de presos na Operação Renascimento II

15/08/2015 13h55 - Atualizado em 16/08/2015 09h11
Sobe para 14 o número de presos na Operação Renascimento II Arquivo CNN

Fred Alves

Walison Sousa Cardoso, o “Acim”, 20 anos é o 14º preso na “Operação Renascimento II”, desencadeada pela Polícia Civil. Agentes de Dianópolis prenderam o rapaz na tarde desta quarta-feira, 29 de julho, em cumprimento a mandado judicial expedido pela Comarca de Pedro Afonso. A prisão temporária vale por 30 dias e inicialmente ele permanece preso na cadeia pública da cidade localizada no Sudeste do Tocantins, onde residia atualmente.

Walison Sousa já morou em Pedro Afonso, onde inclusive foi preso na noite do dia 24 de dezembro de 2014, em companhia de Moisés Ferreira dos Santos, 18 anos, natural de Palmas. Os dois foram flagrados em uma casa na Rua Constâncio Gomes, próximo à Escola Estadual Ana Amorim, vendendo drogas.

Na época, policiais civis fizeram uma “campana” nas imediações da residência onde a dupla estava e observaram a intensa movimentação de usuários. Ao constatar a comercialização de drogas, os agentes entraram na casa e encontraram, em posse dos acusados, cerca de 400 gramas de “crack”, uma balança de precisão, uma quantia em dinheiro, aparelhos celulares e uma faca usada para cortar a droga em pedaços menores.

No local também estavam dois menores de idade e uma mulher, apontados como usuários de drogas.

Todos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de Pedro Afonso. Walison Sousa Cardos e Moisés Ferreira dos Santos foram autuados por tráfico e associação ao tráfico e ficaram um período presos. Os demais foram liberados.

Segundo a Polícia Civil, a droga avaliada em R$ 8 mil seria dividida em 1500 pequenas pedras e poderia render até R$ 20 mil.

Leia também:

Polícia Civil prende “Zezão”, acusado de chefiar o tráfico de drogas na região de Pedro Afonso, e mais 12 pessoas