sábado, 03 de dezembro de 2016
22º Min 34º Max
Pedro Afonso - TO

Cidades

NOSSA TERRA

Guia turístico e placas destacam história de Pedro Afonso, Bom Jesus e Tupirama

28/12/2015 12h16 - Atualizado em 08/01/2016 10h14
Guia turístico e placas destacam história de Pedro Afonso, Bom Jesus e Tupirama Fred Alves

Fred Alves

A Praça da Igreja da Matriz de Pedro Afonso, fundada em 1847, foi o palco escolhido para a inauguração das placas de identificação do patrimônio material e imaterial e entrega do guia turístico cultural às comunidades dos municípios de Pedro Afonso, Tupirama e Bom Jesus do Tocantins, que formam o Delta do Tocantins.

O evento foi realizado na manhã do dia 25 de novembro e contou com a exposição fotográfica “Memórias do Delta”, com curadoria do professor, historiador e agente cultural Fabrício Rocha de Souza; apresentação de sanfoneiros e a participação de integrantes de uma comitiva que costuma se apresentar em cavalgadas pela região.

Participaram moradores e autoridades municipais, além de representantes da Bunge e da Fundação Bunge.

Idealizado pela Fundação Bunge e com a participação efetiva da comunidade em sua elaboração, o guia nasceu com o intuito de preservar e valorizar a cultura e a memória desta região. Nele estão alguns dos principais pontos patrimoniais e turísticos regionais, como os espaços destinados ao lazer e encontros sociais, celebrações e manifestações culturais.

Já as placas de identificações destes bens culturais foram instaladas em locais de referência, como a Rua Barão do Rio Branco, que Ilustra boa parte da história da cidade de Pedro Afonso e abriga as igrejas Matriz e Batista, o Tiro-de- Guerra e a Câmara Municipal.

Resgate e preservação
A gerente de Projetos Sociais da Fundação Bunge, Juliana Santana, destacou a intensa participação da comunidade em todo o levantamento histórico para elaboração do guia turístico cultural. Ela ressaltou que não foi feito um trabalho cientifico, mas sim uma ação com a comunidade participando e contribuindo com o repasse de informações.

O historiador Fabricio Rocha lembrou que foi feito um resgate histórico e cultural, e lembrou que cidadania é dar acesso aos bens e saberes à comunidade. “Não tínhamos um roteiro histórico definido, isso prejudicava a visitação aos locais turísticos. Agora ficou mais fácil o entendimento por parte dos visitantes”, explicou o ativista cultural.

Já a secretária de Educação e Cultura de Tupirama, Joana Barbosa da Silva Bezerra, afirmou que a iniciativa motiva os municípios a desenvolverem ações de preservação e resgata da cultura local.

Presente ao evento, o prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano (PDT), sugeriu que o estudo da história da região tenha continuidade e seja aprofundado. “Certamente temos muitas riquezas culturais escondidas e que precisam ser disponibilizadas às novas gerações que não tem conhecimento de nossa história”, disse. Mariano ainda lembrou que é importante dinamizar o impulso econômico que o turismo traz.

O ex-prefeito pedroafonsino José Edgar de Castro Andrade reforçou que foi dado um passo importante para a preservação da cultura local e que novas ações precisam ser desenvolvidas. “Um povo sem história, é um povo sem memória”, ressaltou ao citar a frase da historiadora Helena Pignatari.

Estudo
Em março de 2015, a Fundação Bunge entregou um estudo, que foi desenvolvido pelos programas Centro de Memória Bunge e Comunidade Integrada, em parceria com as prefeituras dos três municípios, com o objetivo de identificar os bens culturais que compõem o patrimônio dessa região, além de traçar um diagnóstico sobre o estado desses bens e propor medidas para o reconhecimento e a valorização desse patrimônio.

Confira abaixo o guia turístico cultural



Veja Também