Turismo e Meio Ambiente

PEDRO AFONSO

Vento derruba tendas na Praia do Sono e deixa dois feridos

27/06/2016 12h27 - Atualizado em 27/06/2016 12h54

Fred Alves

A tranquilidade de quem aproveitava a tarde de domingo, 26 de junho, na praia do Rio Sono, em Pedro Afonso, foi quebrada por um grande susto. Uma forte ventania que, segundo relatos durou cerca de um minuto, atingiu quatro tendas que fazem parte da estrutura que está sendo instalada para a realização da temporada deste ano, marcada para começar nesta sexta-feira, 1º de julho.

Cerca de 30 pessoas estavam no local no momento do incidente, entre elas, várias crianças e uma mulher grávida.

Duas pessoas ficaram feridas após serem atingidas por partes metálicas das tendas. A funcionária pública Claudilene Pereira da Silva, 29 anos,foi atingifa dentro da gua eteve escoriações e cortes na perna esquerda, e levou uma forte pancada na coluna vertebral. Ela ficou em observação no Hospital Regional de Pedro Afonso e teve alta ainda na noite desse domingo, às 20 horas.

Já um adolescente de 17, morador da cidade de Tupirama, foi atingido por um ferro no momento em que corria para a água tentando se proteger. O impacto causou um corte grande e profundo na cabeça do jovem que desmaiou, mas felizmente foi salvo por sua esposa, que inclusive está grávida. Testemunhas relataram à reportagem do Portal CNN que o adolescente perdeu bastante sangue.

Inicialmente o jovem foi levado para o hospital de Pedro Afonso, porém devido à gravidade do seu caso foi encaminhado para o Hospital Geral de Palmas. Até o fechamento desta edição não havia sido divulgado boletim médico sobre o estado de saúde do jovem.

O socorro das vítimas e demais pessoas que ficaram em baixo das tendas foi feito por barqueiros e outros visitantes que estavam na praia no momento do incidente.
Pessoas que estavam na praia relataram à reportagem do Portal CNN terem vivido momentos de desespero. “A maioria das banhistas estava em uma barraca de comércio. Muitas pessoas correram e pularam na água. As tendas ficaram em cima das pessoas na água. Foi um desespero, muita gente gritando”, contou um visitante que preferiu não ter o nome divulgado.

Uma moradora reclamou da falta de assistência por parte da Prefeitura de Pedro Afonso, responsável pela organização da temporada na praia do Rio Sono. “Foi um fato natural, mas houve negligências, pois as barracas não estavam fixadas. Prova disso é que na praia do Duga [rio Tocantins] e na Ilha do Tocantins teve essa ventania e nenhuma barraca de palha foi danificada. Na praia do Sono não existe nenhum tipo de isolamento e as tendas parecem que não estão fixadas corretamente. Nenhum responsável estava lá para dizer se podia ou não ficar embaixo das tendas. Já no hospital não teve assistência da prefeitura aos feridos e familiares. As pessoas ficaram indignadas”, revelou a banhista que estava na praia com um grupo de dez pessoas.



Prefeitura se posiciona
Ouvida pela reportagem do Portal CNN, na manhã desta segunda-feira, 27, a secretária municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Rose Oliveira, informou que a Prefeitura de Pedro Afonso está dando todo o suporte e apoio necessários à família e ao adolescente de 17 anos, ferido na praia, inclusive com transporte e estadia em Palmas para acompanhamento do paciente.

Sobre as tendas danificadas, a gestora afirmou que estão sendo retiradas do local para serem imediatamente substituídas, não comprometendo o cronograma de inauguração da temporada de praia. Ela também explicou que antes da abertura, as estruturas passam por uma vistoria da equipe do Corpo de Bombeiros. “Todos os padrões de segurança são seguidos, inclusive com projeto encaminhado aos bombeiros para aprovação. Durante a vistoria, caso a equipe de bombeiros encontre alguma inconsistência é solicitada à Prefeitura a sanar para que a estrutura seja liberada. Parcerias foram feitas com o Corpo de Bombeiros, bombeiros civis, Marinhas, inclusive para ações de prevenção de acidentes”, assegurou.

Rose Oliveira informou também que a Secretaria Municipal de Saúde estará colocando em prática um projeto que contempla os primeiros socorros, ações educacionais e de emergência durante a temporada de praia. Conforme a secretária de Turismo será ainda disponibilizada uma equipe formada por técnicos de saúde, inclusive com um stand montado para o primeiro atendimento, e oferecida toda logística para encaminhamento ao hospital, se necessário. “Um barco e ambulância ficarão disponíveis para encaminhamento e suporte a equipe técnica”, garantiu.

A reportagem do Portal CNN apurou que a estrutura da praia Sono contará com 80 tendas, sendo sete restaurantes, 12 lanchonetes, 13 bares, duas lojas, duas bilheterias, seis institucionais, 19 de sombreamento, quatro de acampamento e 15 de acampamento particular.

 

Leia por Assunto: Pedro Afonso Praia Sono 2016 ventania