sábado, 03 de dezembro de 2016
22º Min 34º Max
Pedro Afonso - TO

Segurança e Justiça

ESPOSA DO ZEZÃO

Mulher é presa com 15 kg de maconha

23/06/2016 16h48 - Atualizado em 27/06/2016 12h41
Mulher é presa com 15 kg de maconha Divulgação

Uma ação de combate ao tráfico de drogas, deflagrada por policiais civis da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos (Denarc), na madrugada da quinta-feira, 16, em Paraíso do Tocantins, resultou na apreensão de 15 kg de maconha e na prisão, em flagrante por tráfico de drogas, de Cristina Vieira Sales, de 21 anos de idade.

De acordo com o delegado Guilherme Rocha Martins, responsável pela operação, os policiais civis da Delegacia Especializada receberam uma denúncia anônima, informando que uma mulher, a qual seria esposa de um preso conhecido como “Zezão”, estaria transportando um carregamento de drogas de Goiânia com a finalidade de abastecer “bocas de fumo”, em Miranorte, Miracema e Pedro Afonso.

Após realização de investigações necessárias, os agentes da Denarc deslocaram-se até as imediações do Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Paraíso do Tocantins, onde montaram campana e realizaram a abordagem de um ônibus, o qual se encaixava na descrição do veículo onde a suspeita poderia estar.

Ao entrar no coletivo os agentes encontraram Cristina, que é esposa de Gilberto Pereira Bonfim (vulgo Zezão), trazendo consigo duas bolsas contendo 15 kg de maconha, vulgarmente chamada de “2/1”, devido ao seu alto coeficiente de pureza e qualidade.

Ao ser ouvida pela autoridade policial, a mulher afirmou que tinha recebido instruções de seu marido para buscar a droga em Goiânia (GO) e trazer até Miranorte (TO), onde um contratado por ele receberia a droga e a levaria para Miracema.



Após os procedimentos cabíveis, Cristina Vieira Sales, que se encontra grávida de quatro meses, foi encaminhada à Casa de Prisão Provisória de Paraíso do Tocantins, a fim de receber os cuidados médicos necessários e, posteriormente, foi colocada à disposição do Poder Judiciário. Cristina e Gilberto já foram alvos da operação “Renascimento II”, deflagrada pela Polícia Civil de Pedro Afonso, a qual indiciou 18 pessoas por tráfico de drogas, em julho de 2015.

Segundo o delegado Guilherme Rocha, a ação que resultou na apreensão de 15 kg de entorpecentes, representa um grande desfalque para o narcotráfico, “A Denarc está seguindo o planejamento estratégico estabelecido pelo delegado geral e pelo secretário de Segurança Publica, no sentido de intensificar o combate ao tráfico de drogas em todo o Estado, desarticulando as organizações criminosas e retirando da sociedade, esse mal que tanto assola a família tocantinense”. (Da Ascom SSP/TO)

Leia também:
PC indicia 21 pessoas por tráfico na região de Pedro Afonso

Veja Também