sábado, 19 de agosto de 2017
19º Min 38º Max
Pedro Afonso - TO

Cidades

OPINIÃO

Pedro Afonso: Cadê o dinheiro que tava aqui?

05/06/2017 08h53 - Atualizado em 05/06/2017 11h36

Pedro Afonso Tavares é engenheiro agrônomo e reside em Pedro Afonso.

Eesse mundo de hoje, em pleno século XXI, depois de grandes transformações ocorridas pelos quatro cantos do planeta, não se pode negar que o sistema capitalista é o grande dominador de quase todas as atividades humanas.

Muitos dizem: ¨sem dinheiro não se faz nada¨, e não estão , totalmente, errados, pois com dinheiro pode-se fazer muito e que ¨dinheiro não traz felicidade, manda buscar ¨.

Agora, aqui em Pedro Afonso (TO), nossa querida cidade, que vem nos últimos tempos só crescendo e se consolidando como município polo de desenvolvimento e exemplo de como uma cidade, mesmo de pequeno porte, pode ter qualidade de vida, conforme confirma levantamento do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano que coloca Pedro Afonso entre as 10 melhores do Estado do Tocantins, porém após o assalto ocorrido no último dia 09 de março na agência do Banco do Brasil de nossa cidade, já podemos observar as consequências que, a algum tempo, são notadas em outras cidades que sofreram com os mesmos ataques.

Não precisa ser futurólogo para prever que a economia local vai amargar um retrocesso enorme.

O comércio, a agricultura familiar, os prestadores de serviços, as pequenas empresas, os trabalhadores pedroafonsinos sem dinheiro, PAPEL MOEDA, circulante vão sofrer com a desaceleração da economia local.

Precisamos tomar algumas atitudes urgentes para não ver o que muitos outros municípios pelo Brasil afora estão vendo ocorrer em seus territórios.

Só no Tocantins neste ano de 2017 já foram 16 agências bancárias atacadas e a continuar, assim, sem que a polícia capture e desmantele essa perigosa quadrilha , não teremos mais nenhum banco funcionando, plenamente, no Estado do Tocantins, até o final do ano.

Solução existe, mas é preciso que todos os setores responsáveis pela economia local se unam e modifiquem a forma de trabalhar com o dinheiro.

Hoje, todos perguntam: ¨Cadê o dinheiro que tava aqui ?¨ e eu respondo: "continua aqui, só que precisamos mudar o nosso modo de ter acesso a ele".

Já é de conhecimento de muitos aqui e em vários lugares do mundo as novas tecnologias de movimentação financeira. Os bancos, inclusive, incentivam essas práticas e talvez por isso não tenham tanta pressa em restabelecer os serviços nas agências danificadas.

Precisamos dar um salto evolutivo de cultura financeira. Vamos TODOS ter que usar o cartão magnético, o telefone celular, o relógio de pulso e os dispositivos eletrônicos de movimentação financeira para continuar nossos negócios em nossa cidade.
Para isto é preciso que a cidade disponha de sinal de internet em wi fi em toda sua extensão urbana, pelo menos.

A prefeitura, a maior interessada em ver a cidade continuar crescendo, deve oferecer esta condição de acesso à rede internacional de computadores.

Os bancos aqui instalados devem procurar seus atuais e futuros clientes e oferecer estes recursos tecnológicos, para facilitar a movimentação de recursos financeiros entre as diversas pessoas que aqui moram e realizam seus trabalhos e negócios.

A ACIPA (Associação Comercial de Pedro Afonso ) deve reunir seus associados e esclarecer a nova realidade que devemos passar a viver daqui para frente.

Não precisamos inventar nada.

Precisamos é utilizar os recursos que já existem e que estão aí para resolver os nossos problemas .

Temos que deixar velhos hábitos e passar de vez ao mundo moderno.

Ou faz-se isto logo e não se sofre tanto, ou sofre-se muito e mais adiante toma-se esta solução , que é tendência em todo o mundo : O DINHEIRO VIRTUAL DE PLÁSTICO.




 

Leia por Assunto: Pedro Afonso novo cangaço roubo
Veja Também