quinta, 22 de junho de 2017
20º Min 33º Max
Pedro Afonso - TO

Segurança e Justiça

CRIME EM FAMÍLIA

Justiça decreta prisão preventiva do acusado de agredir e matar o padrasto em Santa Maria

11/05/2017 15h06 - Atualizado em 19/05/2017 16h12

Fred Alves

No dia 11 de maio, o juiz Milton Lamenha de Siqueira, da Vara Criminal de Pedro Afonso, aceitou a denúncia feita pelo delegado Wlademir Costa de Oliveira,e decretou a prisão preventiva do acusado de agredir e matar o agente de zoonoses Belmiro Evangelista de Moura, de 50 anos.

O desempregado Diego de Sousa Carvalho, de 19 anos, é apontado como autor do crime e já estava preso temporariamente desde a última sexta-feira, 5. Na ocasião ele foi flagrado na rodoviária da cidade de Guaraí onde, segundo a Polícia Civil, iria pegar um ônibus para fugir.

Após ficar detido na Delegacia de Polícia Civil de Pedro Afonso, o suspeito foi levado nesta quinta-feira, 11, para a Cadeia Pública de Colinas do Tocantins.

Segundo as investigações, na noite do último dia 28 de abril, na casa da família em Santa Maria do Tocantins, Diego de Sousa Carvalho agrediu o seu padrastro, Belmiro Evangelista de Moura, com socos e pontapés, inclusive na cabeça, após o mesmo ter chegado em casa embriagado.

A vítima ainda chegou a ficar internada em um hospital na cidade de Araguaína, porém não resistiu aos ferimentos e faleceu no último dia 4 de maio.

Essa não teria sido a primeira vez que Diego agrediu o padrasto, conforme relatou uma pessoa que preferiu não se identificar.

A morte de Belmiro causou comoção nas redes sociaIs e na cidade de Santa Maria do Tocantins, onde ele era muito conhecido.
 

Veja Também