quinta, 15 de novembro de 2018
23º Min 34º Max
Pedro Afonso - TO

Segurança e Justiça

ACERTO DE CONTAS?

Noite de sexta-feira tem assassinato e tentativa de homicídio em Pedro Afonso

27/01/2018 11h31 - Atualizado em 13/02/2018 10h31
Noite de sexta-feira tem assassinato e tentativa de homicídio em Pedro Afonso Rafael Gomes da Costa foi assassinado com tiros no rosto e nas costas

Fred Alves

A calmaria da noite chuvosa da sexta-feira, 26 de janeiro, em Pedro Afonso, foi quebrada por dois crimes. Os casos foram registrados pelo 3º Batalhão da Polícia Militar entre as 22 e 23 horas. A Polícia Civil assumiu as investigações.

No final da Avenida Espírito Santo, no Setor Santo Afonso, o autônomo Rafael Gomes da Costa, 24 anos, conhecido como “Morceguinho”, foi assassinado a tiros. Quando a PM chegou ao local, testemunhas relataram que encontraram o jovem caído no chão e sem vida, com perfurações no rosto e no peito esquerdo. Segundo a PM, a Perícia Técnica foi acionada e compareceu ao local. O corpo do rapaz foi liberado para a família. A equipe do Instituto Médico Legal (IML) não foi localizada para realizar a remoção do cadáver.

Tentativa de homicídio 

Já na Rua Castro Andrade, no Setor Santo Afonso, o ajudante de pedreiro Janiel de Sousa Lopes, conhecido como “Java”, de 24 anos, foi atingido com disparos na mão esquerda, na coxa direita e um de raspão no pescoço. Marcas de balas ficaram na parede de uma casa e de um poste de energia elétrica próximos ao local do crime.

Janiel de Sousa foi socorrido por populares, levado para o Hospital Regional de Pedro Afonso, onde recebeu atendimento médico. Ainda na manhã do sábado, 27, conforme informações apuradas na unidade hospitalar, mesmo ferido deixou o local mesmo sem ter tido alta e foi até a Delegacia de Polícia Civil de Pedro Afonso depor. 

Ainda no hospital, Janiel havia relatado à Polícia Civil que provavelmente sobreviveu porque ao cair se fingiu de morto. Os disparos foram feitos pelo condutor de uma moto CG vermelha, que levava uma outra pessoa, logo após o rapaz sair de uma sorveteria onde estava como amigos. O atirador ainda parou a moto para verificar se a vítima estava morta e fugiu em seguida.

Acerto de contas

Em entrevista exclusiva ao Portal CNN na manhã do sábado, 27,o delegado da Polícia Civil Lucas Kertesz de Oliveira, responsável pelas investigações dos dois casos, relatou que trabalha com a hipótese dos crimes serem um acerto de contas e terem ligação com tráfico de drogas. Ele disse ainda que policiais civis realizam diligências para capturar os suspeitos do assassinato e da tentativa de homicídio. Testemunhas foram ouvidas e outras serão intimadas para depor.

“Provalmente foi um acerto de contas por dívida com traficantes. Nada está descartado. O rapaz que morreu seria usuário de drogas. Vizinhos ouviram disparos, mas não viram nada. Ouvimos, informalmente o rapaz baleado, que negou envolvimento com tráfico. Recolhemos cápsulas de projéteis nos locais onde ocorreram os crimes para verificar se são do mesmo calibre”, relatou o delegado.


 

Veja Também