quarta, 19 de setembro de 2018
23º Min 40º Max
Pedro Afonso - TO

Segurança e Justiça

ORIENTAÇÃO

Escola Estadual Comendador Pádua Fleury recebe palestra sobre drogas

29/08/2018 08h42 - Atualizado em 10/09/2018 18h27

Henrique Lopes

O delegado da Polícia Civil de Pedro Afonso Bernardo José Rocha Pinto ministrou palestras, durante a manhã e a tarde do dia 28 de agsoto, para alunos da Escola Estadual de Tempo Integral Comendador Pádua Fleury.

As palestras direcionadas aos alunos das turmas do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, teve o tema "Disciplina" e abordaram assuntos como drogas lícitas e ilícitas, tráfico de drogas, legislação, o trabalho de combate ao tráfico de entorpecentes desenvolvido pela Polícia Civil, e o papel da escola, dos professores e alunos no combate as drogas.

Cerca de 120 alunos acompanharam as palestras, fruto da parceria entre a Polícia Civil de Pedro Afonso e a direção da instituição escolar, dentro do projeto “De olho nos valores”, que busca resgatar os valores morais e éticos dentro do ambiente escolar.



Coordenadora da ação, a orientadora educacional Fabiane Alves da Costa afirmou que a parceria feita com a Polícia Civil vem para fortalecer debates importantes dentro da escola, além de garantir a segurança de alunos e professores. “Hoje, temos uma perda muito grande dos valores morais e estamos buscando, através dessa ação, mostrar a relevância dos valores para os nossos alunos, do amor próprio, da educação. Já temos feito muitas parcerias e com a Polícia Civil isso se torna mais importantes devido aos casos que vivenciamos dentro da escola, de uso de cigarros entre outras substâncias. Então, essa participação da polícia nos auxilia a controlar esse tipo de ação”, afirmou a orientadora educacional.

Já a diretora da Escola Estadual de Tempo Integral Comendador Pádua Fleury, Rosemeire Cunha Lima dos Reis, disse que a ação é uma resposta a um “grito de socorro” da instituição, devido aos problemas disciplinares. “Temos uma série de problemas, principalmente relacionados à disciplina, agressão, inimizades, e essas parcerias são muito boas, pois a partir do momento que a polícia faz esse tipo de parceria, causa uma mudança nos alunos, que percebem a autoridade e isso faz com que mudanças ocorram dentro do ambiente escolar”, destacou.

Ainda segundo a gestora os pais também têm participado mais da vivência escolar. “Além das parcerias, nós temos levado esse diálogo aos pais, que entenderam a nossa proposta e tem nos motivado a seguir com as ações, além de participarem mais da vida dos filhos aqui dentro da escola”, completou.

Palestrante do dia, o delegado Bernardo José Rocha Pinto ressaltou que as parcerias feitas entre a Polícia Civil e as diversas escolas e organizações educacionais, têm sido de fundamental importância para educação dos jovens e a prevenção às drogas. “A Polícia Civil está sempre à disposição para ajudar e nós sabemos que drogas e a criminalidade afligem a juventude e hoje, com o pouco da experiência que temos, estamos compartilhando para que eles busquem um futuro melhor, um futuro promissor. O que faz com que eles percebam também que estamos atento as ações da criminalidade e ao tráfico de drogas”, pontuou o delegado.

 

Veja Também