segunda, 10 de dezembro de 2018
22º Min 30º Max
Pedro Afonso - TO

Política

EX-COMANDANTE DA PM

Coronel Benício cobra retomada de obras do 3° BPM

19/07/2018 11h19 - Atualizado em 24/07/2018 16h45

Caíque Tétis 

O ex-comandante geral da Polícia Militar do Estado do Tocantins e coronel da reserva, Luiz Cláudio Gonçalves Benício publicou, por meio de suas redes sociais, no dia 19 de julho, um vídeo onde cobra a continuação das obras de construção da sede definitiva do 3° Batalhão de Polícia Militar, em Pedro Afonso. Desde a sua implantação em 1° de janeiro de 1989, que a unidade funciona em um prédio cedido pela prefeitura do município.

No vídeo, de cerca de dois minutos, produzido durante visita a Pedro Afonso, sua terra natal, Coronel Benício disse que enquanto exerceu a função de comandante geral da Polícia Militar, no ano de 2013, conseguiu recursos, com o então governador Siqueira Campos, para a construção da sede do 3º BPM. “Fui até o então governador Siqueira Campos solicitar dele que pudéssemos construir a sede definitiva do 3° BPM, um batalhão histórico para o Tocantins, como foi para o Goiás”, afirmou.

Ainda segundo o pré-candidato a deputado estadual, na época, foi liberado o valor de R$ 1,2 milhão para a construção da obra. “O governador Siqueira campos liberou o valor e conseguimos desmembrar um pequeno pedaço do Colégio Agrícola e iniciar a construção dessa obra. No entanto o governador subsequente [Sandoval Cardoso] entendeu que a lama asfáltica era mais prioritária do que a segurança pública e transferiu o dinheiro, abandonando a construção desta tão magnífica e necessária obra”, complementou Benício, lembrando que o ponto onde a sede do batalhão será construído foi pensado estrategicamente para garantir mais segurança à cidade de Pedro Afonso, que 171 anos de história neste mês de julho.

Questionando o real destino dos recursos alocados, coronel Benício afirmou que irá lutar para que a obra de construção da sede do batalhão seja retomada. “Para onde foi o R$ 1,2 milhão? Pois a obra está parada, o asfalto não está tão bacana assim e aqui deixo o meu repúdio e o pedido para que o próximo governador possa dar sequência e termine com essa tão sonhada obra, pois iremos lutar para que seja concluída no menor espaço de tempo”, completou.

 

Veja Também