Segurana e Justia

MANDADOS CUMPRIDOS

Polcia Civil de Pedro Afonso prende quatro pessoas durante a Operao Midas

28/09/2018 17h35 - Atualizado em 28/09/2018 19h24
Polcia Civil de Pedro Afonso prende quatro pessoas durante a Operao Midas
Deusivan foi preso definitivamente pelo crime de furto qualificado

Equipes da 11ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Pedro Afonso efeturam, nesta quinta-feira, 27, quatro prisões nas cidades de Pedro Afonso, Itacajá e Recursolândia.

As prisões fizeram parte da Operação Midas, desencadeada em todo o território nacional e coordenada pelo Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Em Pedro Afonso, foi detido Gilcleuson Alves Louzeiro, 31 anos, que teve a prisão preventiva decretada pelo crime de roubo ocorrido no município. Também foi encarcerado Deusivan da Cruz Maia, 32 anos, que voltou a prisão após ter regressão de regime e a prisão definitiva efetuada pelo crime de furto qualificado.

Já em Itacajá, foi preso Adriano Lopes da Cruz, idade não informada, acusado pelo crime de furto qualificado. Ainda durante a operação, um homem, que não teve a identidade revelada, foi detido em Recursolândia, por não pagar pensão alimentícia.

Gilcleuson teve a priso decretada por rouboTitular da 11ª Delegacia Regional de Polícia Civil, o delegado Bernardo José Rocha Pinto destacou o bom resultado da Operação Midas no estado do Tocantins. “O Tocantins conseguiu prender mais que outros estados que tem um efetivo maior em atuação e aqui em Pedro Afonso, em nossa regional, nós também colaboramos efetuando quatro prisões”, explicou.

Balanço nacional
Em todo o Brasil, a Operação Midas cumpriu 901 mandados de busca e apreensão nos 25 estados e no Distrito Federal, e foram presas 2.743 pessoas. Já no Tocantins, cerca de 50 pessoas foram presas durante a ação.