segunda, 10 de dezembro de 2018
22º Min 30º Max
Pedro Afonso - TO

Esporte CN

SELETIVA

Atleta de Colméia buscará vaga para o Mundial de Jiu-Jitsu

25/09/2018 10h07 - Atualizado em 26/09/2018 19h51
Atleta de Colméia buscará vaga para o Mundial de Jiu-Jitsu Túlio começou no jiu-jitsu há apenas 7 meses

Henrique Lopes

O último final de semana foi de pódio para o atleta de Colméia Túlio Felipe Noronha Silva, de 23 anos, durante o de Brasília International, no Distrito Federal, evento que faz parte do calendário da UAE Jiu-Jitsu Federation do Brasil.

Amante das artes marciais, o estudante de engenharia civil foi medalhista de bronze e garantiu, com a vitória, vaga para a Abu Dhabi Grand Slam, campeonato que realiza a seletiva para o Mundial de Jiu-Jitsu, e que acontece no Rio de Janeiro, em novembro.

Túlio Noronha, adepto das artes marciais há mais de três anos, entrou na modalidade de jiu-jitsu há apenas sete meses. Segundo ele, o esporte foi algo que sempre esteve na sua vida. “Sempre fui envolvido com esportes, pela influência do meu pai Ermilson. O jiu-jitsu, em particular, me chamou a atenção pela eficácia quanto à defesa pessoal, e a fama de ser uma arte marcial conhecida mundialmente por ter sido ‘reformulada’ por um brasileiro”, conta o esportista.

Para conseguir um bom resultado e a classificação para a seletiva mundial, o colmeense tem investido pesado nos treinos e na preparação física. “Eu treino de segunda a sábado, três vezes na semana jiu-jitsu, e nos outros dias revezo entre taekwondo e boxe. Nos últimos meses o aeróbico estava sendo mais intenso, pois estava em processo de perca de peso é ganho de resistência física”, revelou.

Mas para quem pensa que enfrentar uma luta é uma coisa muito difícil, uma curiosidade do atleta, destaque entre mais de 800 competidores que estiveram presente em Brasília, é que a mãe Elzivan Noronha, só soube da paixão do filho pelas lutas, por meio da imprensa. “Minha mãe tem pavor de lutas, de qualquer tipo. Inclusive tenta me impedir de todos os jeitos de competir”, contou sorridente.

A primeira seletiva de Túlio Noronha para o mundial da “arte suave”, como é conhecido o jiu-jitsu, será dentro de casa. “Meu primeiro desafio para ir ao Rio de Janeiro é tentar mudar a opinião dela sobre o assunto. Mas mesmo contra a vontade, eu sei que ela torce por mim, e espera que dê tudo certo”, completou o atleta que mora em Palmas (TO) e é treinado pelo mestre Bogado.
 

Leia por Assunto: Colméia Jiu-jitsuTúlio Noronha
Veja Também