quarta, 12 de dezembro de 2018
23º Min 27º Max
Pedro Afonso - TO

Economia

EFICIÊNCIA ENERGÉTICA

Energisa beneficia população com projetos de economia de energia

04/12/2018 16h12 - Atualizado em 11/12/2018 17h48

Depois do Hospital Geral de Palmas (HGP) receber o investimento de R$ 1 milhão, agora, chegou a hora de outros três entes públicos serem beneficiados pelo programa de Eficiência Energética. Sendo eles, o governo do Tocantins, a Prefeitura de Itacajá e o Instituto Federal do Tocantins (IFTO).

Os três órgãos apresentaram projetos na Chamada Pública de Projetos do Programa de Eficiência Energética da Energisa e foram aprovados. Eles receberão juntos R$ 2,2 milhões para investir na troca de lâmpadas comuns por LED, modernização da iluminação e geração fotovoltaica. A Chamada Pública destinou neste ciclo R$ 5,3 milhões e como não houveram propostas aprovadas suficientes, o restante do valor será destinado na próxima chamada, em 2019.

“Neste ciclo, tivemos uma grande adesão dos clientes com a chamada pública e esperamos ampliar cada vez mais o programa contemplando projetos de Norte a Sul do Tocantins. Além de combatermos os desperdícios de energia elétrica financiando esses projetos, a Energisa inova ao compartilhar com a sociedade tecnologias e conceitos alinhados às boas práticas ambientais, com foco na preservação dos recursos naturais.”, pontua Domingos Pinto Costa Júnior, analista de Eficiência Energética da Energisa.

Os recursos serão utilizados na iluminação do Palácio Araguaia e da Praça dos Girassóis. Em Itacajá, a iluminação pública também será modernizada tornando-se mais eficiente. Já o campus do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) em Araguatins passará por melhorias energéticas. Todos os projetos têm por objetivo tornar o consumo de energia mais eficiente e consequentemente gerar economia para os órgãos públicos que podem investir em outros projetos voltados para a comunidade.

Chamada

O edital da Chamada Pública para inscrição de Projetos do Programa de Eficiência Energética da Energisa foi lançado em agosto deste ano. Antes deste, outros dois foram realizados, sendo que a Ulbra foi beneficiada com R$ 2,4 milhões e o Hospital Dom Orione com R$ 898,8 mil. Os editais buscam selecionar projetos com foco na redução do consumo de energia, melhoria das instalações elétricas e ações educacionais. A cada ciclo podem participar da chamada, clientes do poder público, comercial e serviços, iluminação pública e residenciais.



Veja Também