segunda, 18 de fevereiro de 2019
23º Min 30º Max
Pedro Afonso - TO

Economia

COAPA E FRÍSIA

Representantes de cooperativas trocam experiências

24/01/2019 15h44

Técnicos e integrantes do Comitê Agrícola da Frísia Cooperativa Agroindustrial no Tocantins, e o coordenador comercial de grãos da Frísia no Paraná, Alex Santin, visitaram, nesta quarta-feira, 23, a Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa), na cidade de Pedro Afonso. Fundada em 1911, no Paraná, a Frísia é a segunda cooperativa mais antiga do país. No ano de 2016, ela implantou um entreposto de recebimento de grãos em Paraíso do Tocantins.

O intercâmbio entre as duas importantes cooperativas foi marcado pela troca de experiências e apresentação de cases de sucesso implantados nas diversas áreas de atuação, desde apoio técnico a produtores associados até a cotação de valores no mercado financeiro.

Na sede da Coapa, a comitiva da Frísia, composta por seis integrantes, foi recepcionada pelo presidente Ricardo Khouri, vice-presidente Alberto Mazzola, diretor-secretário Luiz Gilberto Ramos, conselheiro de administração Edis Sgorla e por gerentes e colaboradores, que ficaram à disposição para esclarecer eventuais dúvidas dos visitantes.

Durante palestra ministrada pelo gerente geral da Coapa, Nelzivan Carvalho Neves, os representantes da Frísia conheceram a história da cooperativa pedroafonsina, fundada em 1998, e receberam informações sobre a produção, dados financeiros, histórico de crescimento, entre outros assuntos. Na oportunidade, os membros da Frísia puderam tirar duvidas sobre a Coapa e também trocar experiências de sucesso aplicadas na unidade tocantinense da cooperativa originária do Paraná.

Os visitantes também conheceram as Unidades Agroveterinária e de Grãos da Coapa.

Para o vice-presidente Alberto Mazzola, o intercâmbio garante ganhos para todos os envolvidos. “Tanto a Coapa como a Frísia tratam suas problemáticas com soluções e alternativas diferentes. Essa troca de experiência fortalece as cooperativas e garante que as gestões possam ser melhoradas apenas pela troca de informações de projetos que deram certo”, destacou.

Há 16 anos no mercado agroindustrial, a coordenadora da unidade da Frísia no Tocantins, Érica Lima Brito, acredita que a aliança entre as duas cooperativas, em um estado promissor como o Tocantins, dá visibilidade ao agronegócio, ao produtor rural e para a comunidade, pois as duas cooperativas trabalham para desenvolver o agronegócio e o cooperativismo. .

Já o presidente da Coapa, Ricardo Khouri, que também preside o Sistema OCB/Sescoop-TO, declarou que foi um motivo de alegria receber representantes de uma cooperativa como a Frísia. “Trata-se de uma das maiores cooperativas do Brasil, que hoje nós visita para começar uma troca de experiências. Eles viram quais são as práticas que nós desenvolvemos com nossos cooperados, para que as atividades que eles desenvolvem possam guardar uma similaridade, principalmente no processo de oferta de insumos agrícolas. A partir daí surgiram outras cooperações, como na parte de pesquisa, na qual são bastante avançados. Temos agora boas ideias e precisamos colocá-las em prática”, ressaltou Ricardo Khouri, lembrando que a integração entre as equipes foi bastante positiva.

O coordenador do Comitê Agrícola da Frísia do Tocantins, Hermann Weigand, disse que a intercooperação propiciará melhor desenvolvimento no mercado. “Para nós cooperados e produtores da Frísia é muito importante esse intercâmbio, pois percebemos que a união faz a força, e quando temos as mesmas dificuldades isso fortalece as ideias diferentes que dialogam para soluções eficazes”, avaliou.

Weigand frisou ainda que apesar da Frísia ser nova no Tocantins, a experiência na atuação no sul aliada a vivência do norte do país, pode colaborar com a melhoria da atuação das duas cooperativas. “O Tocantins é um estado emergente em plena expansão e essa parceria entre a Coapa e Frísia garantirá um desempenho melhor no dia a dia dos produtores”. (Da Ascom Coapa)



 

Veja Tamb�m