Educação e Cultura

PRIMEIRA TURMA

Aula inaugural marca início do curso de engenharia agronômica em Pedro Afonso

15/03/2019 18h17 - Atualizado em 05/04/2019 11h36

Henrique Lopes

“Hoje realizamos um sonho guardados por muitos anos. Somos os 40 alunos a ingressar no primeiro curso de graduação superior federal de Pedro Afonso”. O depoimento é da acadêmica do curso de Engenharia Agronômica do Campus Avançado do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) de Pedro Afonso Claudicéia Batista, 33 anos, durante a aula inaugural, que ocorreu na tarde desta quinta-feira, 14 de março.

O evento reuniu cerca de 100 pessoas no auditório do Campus Avançado do IFTO de Pedro Afonso, incluindo novos alunos da instituição, autoridades, representantes de entidades, professores e o corpo técnico-administrativo da instituição, e outras pessoas da comunidade.

A recepção dos calouros foi tida como um momento histórico para o diretor de Relações Institucionais do IFTO, Demis Carlos Ribeiro Menezes, que na ocasião representou o reitor do instituto. “Para nós é motivo de muita alegria iniciar as atividades desta turma hoje. Sabemos do esforço de todos do IFTO, de toda a comunidade para que esse momento chegasse e agora estamos concretizando mais esta etapa, já nos preparando para que novos cursos e novos sonhos sejam realizados”, frisou.

Para a diretora do Campus do IFTO Pedro, Miriam Peixoto, o ingresso dos 40 acadêmicos simboliza um novo momento na educação de Pedro Afonso. “Foi um trabalho muito difícil, mas que chega, agora, em mais uma etapa, a de concretização. Hoje, entram 40 novos alunos, em um cenário de mais de 800 inscrições para essa primeira turma. Isso mostra o quando a comunidade ansiava por esse curso e como nós do IFTO temos o dever de preparar esses alunos para que sejam excelentes profissionais, atuando de forma humanizada e buscando a valorização da região”, afirmou Mirian.

Ainda segundo a diretora, toda a equipe já está pronta para receber os novos alunos, que terão aulas nos períodos vespertino e noturno. “Nos preparamos muito para que eles possam ser bem acolhidos e tenham ótimas experiências dentro do curso. Agora, queremos organizar novas formações técnicas e lançar também uma especialização em nível técnico, além de parcerias com outras instituições para cursos de qualificação profissional”, completou.

Representando o prefeito Jairo Mariano, o secretário municipal de Meio Ambiente, Comércio, Indústria, Serviço e Turismo, Peterson Lima, destacou a luta histórica pela implantação do curso de engenharia agronômica. “Foram centenas de homens e mulheres que lutaram para que hoje esses alunos ingressarem nesse curso. Histórias de luta, força e união que tornaram esse sonho real. A atual gestão municipal sempre apoiou e incentivou a implantação deste curso e deu os subsídios necessários para sua efetivação, pois hoje não são apenas os alunos ou o IFTO que ganharão com o início dessas aulas, mas todo o município”.

Empoderamento
Com vestibular previsto para acontecer anualmente, o curso de Engenharia Agronômica recebeu os seus primeiros 40 alunos que, ao participarem da aula inaugural, destacaram a felicidade pela aprovação:

“Estou muito feliz, pois é um curso que promete ser muito bom e que trará muitos conhecimentos, além de ser a realização de um sonho para mim, fazer o curso de forma gratuita” – Renan Parente, 20 anos, vaqueiro.

“É algo de muito orgulho para mim, pois foram muitos dias de estudo, muitas dificuldades, mas aqui estamos. Somos apenas 5% dos 800 inscritos e isso mostra que buscamos e conseguimos chegar ao objetivo final. Agora é focar nos estudos para que possamos nos formar”Núbia dos Santos Ramos, 40 anos, auxiliar de serviços gerais.

“Lutei muito para chegar aqui, era meu sonho fazer agronomia e fazer aqui no IFTO, dentro de Pedro Afonso, é a realização completa de um sonho”Aldenei Neves, 18 anos, estudante.