segunda, 18 de fevereiro de 2019
23º Min 30º Max
Pedro Afonso - TO

Educação e Cultura

EDUCAÇÃO AMPLIADA

Guaraí passa a contar com Colégio Militar

26/01/2019 11h13 - Atualizado em 28/01/2019 10h38

O Governo do Tocantins ampliou a oferta de modalidades de ensino na rede estadual em Guaraí, a 190 Km de Palmas. Parceria firmada entre a Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e a Polícia Militar possibilitou a implantação de uma unidade de Colégio da Polícia Militar (CPM) no município, que se somará às outras modalidades já disponíveis à comunidade, como a Escola de Fomento do Projeto Escola Jovem em Ação.

Em visita a Guaraí na sexta-feira, 25, a gestora da Seduc, Adriana Aguiar, cumpriu extensa agenda de trabalho, visitando obras que estão em andamento na cidade e, acompanhada do chefe do Estado Maior, coronel Henrique de Souza Lima, e da prefeita Lires Ferneda, apresentou o diretor do Colégio Militar, capitão Raimundo do Carmo Santos. A escola Anaídes Brito Miranda sediará o CPM de Guaraí e, para isso, passa por obras de reforma e ampliação - com investimentos no valor de R$ 2.876.445,88, oriundos do BNDES - previstas para serem concluídas ainda neste ano.

Após a apresentação do diretor, o grupo visitou o Centro de Ensino Médio Oquerlina Torres, que oferta o ensino médio integral, no Projeto Escola Jovem em Ação. Nesta escola, o Estado investe, em parceria com o governo federal, recursos para adequar a estrutura física e os recursos humanos, garantindo uma educação integral de excelência. Atualmente, estão sendo realizadas três obras, simultaneamente, nesta unidade, sendo a construção de um refeitório, a reforma elétrica e construção de salas administrativas. Juntas, as obras somam um montante de R$ 741.420,61 em investimentos, com recursos do Programa Escola Jovem em Ação.

"Ao diversificar a oferta de modalidades de ensino, o Estado garante aos estudantes de Guaraí alternativas para que possam estudar em escolas adequadas ao seu perfil de aluno. Estas iniciativas, aliadas ao trabalho da gestão municipal, fortalecem a vocação de Guaraí em se tornar um polo em educação nesta região", frisou Adriana Aguiar.

Esta diversidade na oferta do ensino é vista pela prefeita como um privilégio para o município. "Nós queremos agradecer ao Governo do Estado por este olhar de apoio ao presente e ao futuro da Educação de Guaraí. Com todo esse investimento em estrutura física e pedagógica no Colégio Oquerlina Torres, os nossos jovens terão acesso ao ensino de qualidade e a um protagonismo de vida para o seu futuro profissional e realização pessoal. Da mesma forma, o Colégio Militar é muito bem-vindo. É uma felicidade muito grande, enquanto prefeita, estarmos apoiando essas duas modalidades de ensino no nosso município", considerou Lires Ferneda.

Implantação do CPM

O CPM de Guaraí é a oitava unidade do Colégio Militar implantado no Tocantins. Ao todo, o Estado conta com 11 escolas nesta modalidade. Em Guaraí, enquanto as obras são realizadas na Escola Anaídes Brito Miranda, os alunos da instituição estudam num prédio locado, a cerca de mil metros da sede oficial. "Implantamos o Colégio da Polícia Militar atendendo, inicialmente, a cerca de 400 alunos que já se encontravam matriculados na escola Anaídes. Assim que as obras forem concluídas, as atividades escolares retornarão à sede da escola, maior e melhor estruturada. Dessa forma, para o próximo ano letivo, trabalhamos com a previsão de ampliar a oferta de vagas", frisou a secretaria Adriana Aguiar. Para 2019, as vagas nesta unidade já estão preenchidas.

Coordenadora pedagógica da escola, Lourilma Vieira Borges falou da satisfação de toda a comunidade escolar com o inicío das atividades do CPM. "A implantação do Colégio Militar gerou uma grande expectativa em toda a comunidade, principalmente pela questão da disciplina, que é o nosso maior desafio. Acreditamos que essa parceria vai nos ajudar bastante. Desde o ano passado, nossos alunos estão demostrando muito interesse, assim como as famílias e a equipe da escola. Todos estamos muito empolgados com essa implantação", enfatizou.

 

Veja Tamb�m