Poltica

INFRAESTRUTURA E SADE

Vereadora denuncia problemas em Santa Maria; Prefeito cita atraso de repasses

07/03/2019 15h01 - Atualizado em 21/03/2019 16h46
Vereadora denuncia problemas em Santa Maria; Prefeito cita atraso de repasses
Populao reclama de ruas esburacadas

Da Redação

Com cerca de 3 mil habitantes, o município de Santa Maria do Tocantins, localizado a 230 km de Palmas, sofre com problemas que vão desde a falta de investimentos em infraestrutura urbana, escolas com estruturas em condições precárias e dificuldades no atendimento na área de saúde. A denúncia foi feita pela vereadora Marina Justino (MDB) e moradores. A vereadora afirmou que ruas estão esburacadas, falta iluminação pública e pontes estão sem condições de trafego devido à ausência de manutenção. Para reforçar a denúncia, a parlamentar enviou fotos ao Portal CNN.

O cenário de ruas sem condições de tráfego tem indignado moradores que com recursos próprios estão investindo na recuperação de vias públicas da cidade. Em um dos casos, o empresário Márcio Bezerra Gomes, solicitou por meio de ofício encaminhado ao prefeito Itamar Barrachini (SD), a resolução dos problemas de infraestrutura de três ruas localizadas próximas ao seu estabelecimento, no centro da cidade, dando o prazo de 30 dias para que os serviços fossem realizados. Caso contrário, ele pretende fazer as melhorias necessárias nas vias. 

Já na zona rural, a situação das pontes, uma delas sobre o córrego Grotão, causa revolta dos usuários há quase um ano, época em que a ponte caiu por falta de manutenção. “Temos que fazer um retorno de 30 quilômetro para chegar ou sair de casa”, disse um agricultor que preferiu não se identificar.

Os problemas de infraestrutura também afetam as áreas de educação e saúde. Servidores e alunos do Centro Educacional Zeferino Pereira da Silva, que atende séries do 1º ao 5º ano, com 416 alunos, conta apenas com um banheiro e um vaso disponível.

Na saúde, apesar de possuir duas ambulâncias, a vereadora afirmou que o município transporta pacientes em outros carros da Secretaria de Saúde, sem nenhum conforto ou estrutura, devido à situação de depredação e desuso das ambulâncias.

Ainda segundo Marina Justino, a degradação do município vem acontecendo no cotidiano. “Há de se convir que no município tão pequeno foram mais de R$ 23 milhões que entraram nos cofres públicos, apenas de FPM, fora as emendas que foram conseguidas”, questionou Marina.

Outro problema mostrado pela parlamentar está direcionado ao atendimento ao homem do campo. “Em 2014, o município ganhou um trator para fazer serviços aos pequenos produtores, mas no começo de 2017 ele trabalhou apenas o primeiro mês, depois foi levado à oficina e retornou como sucata. O atual trator é o do prefeito, particular e atende conforme ele quer”, acusou Marina Justino ao afirmar que os produtores não podem comprar o combustível para abastecer as máquinas, mas devem fazer repasses em dinheiro para que o serviço de gradagem seja realizado.

Gestão responde

Em entrevista ao Portal CNN, o prefeito de Santa Maria do Tocantins, Itamar Barrachini, afirmou que os problemas enfrentados pelo município têm sido sanados pelo Executivo. “Foram investidos mais de R$ 940 mil em pavimentação. Houve problemas na qualidade de algumas obras, que agora estão com buracos, mas aguardamos recursos para realizar as obras”, frisou.

Já sobre a situação das pontes e da área de saúde, Barrachini revelou que quando assumiu a gestão 18 pontes estavam interditadas. “Eu não consigo, em dois anos, solucionar todos os problemas do município, ainda mais quando sofremos com atrasos no repasse de recursos, que é comum em todas as cidades”, completou ao alegar que a já realizou as obras de manutenção dos banheiros da escola e que a ambulância, que atende o município, teve problemas no motor, mas que já voltou a fazer o transporte de pacientes.