domingo, 26 de maio de 2019
23º Min 34º Max
Pedro Afonso - TO

Cidades

ABASTECIMENTO DE ÁGUA

Indignação marca nova manifestação de moradores em Bom Jesus do TO

14/03/2019 15h59 - Atualizado em 15/03/2019 18h26

Da Redação

Mais uma vez os moradores de Bom Jesus do Tocantins se reuniram em frente à sede da Hidro Forte Administração e Operação Ltda, responsável pelo abastecimento de água no município, em mais um ato contra os serviços prestados pela empresa. A manifestação ocorreu no final da tarde da terça-feira, 12 de março.

Com faixa e carro de som, cerca de 60 pessoas protagonizaram um momento semelhante ao da última semana, (Leia mais aqui), quando se mobilizaram para questionar a atuação da empresa em relação ao fornecimento de água, a qualidade da água e as taxas aplicadas que, apesar da tarifa mínima no valor de 38,50, instituída no município, algumas faturas chegam a custar até R$ 2 mil.

Faturas em duplicidades também fazem parte da reclamação dos moradores. Como é o caso do capitão da reserva da Polícia Civil, Antônio Luiz Rodrigues, que considera “triste” a situação vivida pelos moradores de Bom Jesus. “Os serviços prestados são de péssima qualidade, apenas esse mês chegaram dois talões com a mesma data e valores diferentes. A gente tem buscado ajuda da gestão, dos vereadores, mas até o momento não há solução”, comentou ao afirmar que levará o caso ao Ministério Público Estadual.

Para o lavrador Cleonizar Pinheiro, os valores das tarifas cobradas pela empresa são abusivos. “Foi acordado um valor e tem gente pagando um absurdo. Eu mesmo fico mais na fazenda, passando apenas uns três dias em casa, e minha conta chega a R$ 60,00. Minha vizinha tem que deixar de comprar materiais para a filha só para pagar a conta de água”, comentou.

A dona de casa Maria Pinheiro da Silva considera absurdo o descaso com que a empresa trata os questionamentos dos consumidores. “Esta empresa pensa que a comunidade de Bom Jesus não sabe lutar pelos seus direitos, mas vamos reivindicar o que é nosso, pois já que os vereadores e prefeito não fazem nada, nós iremos fazer”, frisou.

Câmara recebeu PL da Agência de Regulação
Ainda na terça-feira, os manifestantes estiveram na Câmara Municipal de Bom Jesus do Tocantins para reivindicar a atuação dos vereadores em relação aos problemas de abastecimento de água na cidade. Ao participarem da sessão, os contribuintes também questionaram as taxas abusivas aplicadas pela Hidro Forte Forte Administração e Operação Ltda.

Em resposta, a presidente da Casa de Leis, Selene Maria (PSL), afirmou ter procurado a Secretaria Municipal de Administração e solicitado informações sobre quem integra a Agência de Regulação Municipal, órgão responsável por fiscalizar os serviços prestados pela concessionaria de água do município. Segundo a parlamentar, a gestão municipal encaminhou o projeto de lei que institui o órgão e nomeia seus integrantes, que tem como presidente o Florisvan Campos, além da ata de reunião onde a agência reivindica melhorias nos serviços prestados pela Hidro Forte Forte Administração e Operação Ltda.

Entretanto, à vereadora também deu exemplos de erros nas cobranças das tarifas, incluindo o da sua própria residência, que teria o valor de R$ 481,00, e da sua irmã, que chegou ao montante de R$ 2.207,50. Ainda segundo Selene, após procurar a empresa, os valores foram corrigidos.

Para tentar solucionar o problema, Selene propôs que os contribuintes que tiveram contas emitidas com valores abusivos procurassem a Câmara Municipal.

Sem resposta
O Portal CNN fez contato com representantes da Hidro Forte Administração e Operação Ltda e da Prefeitura de Bom Jesus do Tocantins, mas até o fechamento desta reportagem não teve respostas O espaço segue aberto caso queiram se manifestar sobre as reclamações dos moradores.

 

Veja Tamb�m