Educao e Cultura

ORIENTAO

Com participao da OAB, formao continuada aborda violncia nas escolas

02/05/2019 11h27 - Atualizado em 10/05/2019 16h20

A quarta-feira, 1º de maio, Dia Internacional do Trabalho, fez jus ao nome, para os advogados Jéssica Gonçalves dos Reis e Marcos André Silva Oliveira, integrantes da Comissão Especial de Acompanhamento Orientação e Prevenção de Violência nas Escolas (CEAOPVE) da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Pedro Afonso , que participaram da formação continuada do Colégio Cristo Rei.

Na oportunidade, os advogados abordaram questões inerentes à violência contra os profissionais em educação, com enfoque para a lei estadual nº 3.449/2019.

Segundo a diretora da unidade de ensino, Eliezia Campos, o momento foi de grande valia, pois além de a palestra ter sido muito dinâmica, os educadores se sentiram mais empoderados e amparados, pois a iniciativa da OAB fortalece a categoria.



Os palestrantes também apresentaram o que é preconizado pelo Código Civil, Código Penal e Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) como possíveis fontes a serem usadas diante dos casos de agressão sofridos pelos professores e funcionários em geral.

Para a advogada Jéssica Reis “o evento foi importante porque possibilita de forma prática trabalhar junto aos professores, mostrando que a sociedade precisa, mesmo que seja pro força de lei, voltar a respeitar esse profissionais que são o alicerce de uma sociedade mais digna.”

“A palestra foi muito importante, e o melhor, os advogados da comissão conseguiram nos repassar o que diz a lei de uma maneira clara, com termos que não pertencem apenas ao mundo jurídico. O que ficou foi um sentimento de alívio”, avaliou a professora de Língua Portuguesa Eurásia Lustosa.

Também professor do Cristo Rei, o advogado Marcos André afirmou que a criação da comissão é o início de uma transformação que não pode ser posta apenas nas mãos da escola. “É o momento de unirmos forças, de trazermos a sociedade para dentro dos muros das escolas, chamarmos a responsabilidade para que exista união e consequentemente o fortalecimento da educação”, ponderou.

A comissão pretende agora formular agenda para que a palestra seja direcionada aos pais e alunos, porque somente quando todos são conscientizados é que a realidade tende a mudar. O trabalho se estenderá ainda a rede municipal de ensino.

Leita também:

OAB discute violência nas escolas de Pedro Afonso