Turismo e Meio Ambiente

CONSCIENTIZAO

Projeto em Santa Maria recupera nascente do rio gua Preta

24/06/2019 15h46 - Atualizado em 08/07/2019 15h09

Henrique Lopes

Com o objetivo de melhorar a qualidade da água utilizada nas propriedades rurais do município de Santa Maria do Tocantins, através da proteção da nascente com técnica adequada, aliada a orientação quanto ao seu tratamento para garantir o abastecimento contínuo à população local, estudantes do 3º ano do ensino médio do Colégio Estadual Girassol de Tempo Integral de Santa Maria do Tocantins, coordenados pela professora de biologia Erlete Pereira Dias, estão realizando um projeto de reflorestamento de nascentes.

Tendo como foco a restituição da mata nativa da nascente do rio Água Preta, conhecida antigamente como Bica da Fontinha, o projeto, que envolve mais de 30 alunos, está realizando o plantio de árvores e orientação de moradores, por meio de palestras e ações educativas que visam a consciência ambiental.

Conforme a professora Erlete Pereira Dias, diante da situação alarmante que se encontra a antiga Bica é necessário chamar a atenção da comunidade para a preservação do meio ambiente, principalmente da água. “O estado é de degradação, onde a ação do homem se torna cada vez maior e terá consequência indesejáveis, o resultado será de danos à comunidade rural e a escassez de água, para os moradores próximos ou ribeirinhos do rio Água Preta”, alertou a educadora.

Ainda segundo a professora, que já venceu prêmios estaduais pela execução do projeto “Preservando as margens do rio Manoel Alves Pequeno”, realizado em 2017, entre as ações realizadas pelos alunos estão o controle da erosão do solo por meio de estruturas de limpeza e plantios de mudas e contenção da nascente, realização de levantamentos de dados a partir da realidade sócio cultural do local, e também orientação dos moradores próximo da nascente. “Este projeto busca parceria nos diferentes segmentos da sociedade para a construção de soluções locais, com base em informações concretas e compartilhadas com todos, que garantam o processo de recuperação de nascente do Rio Água Preta”, completou.

Entre os parceiros do projeto estão a Prefeitura de Santa Maria do Tocantins, a Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), além de produtores locais e familiares dos alunos.