Poltica

NA SSP

Vereadores e prefeita articulam para Guara manter IML

17/09/2019 14h20 - Atualizado em 18/09/2019 11h39

“O IML [Instituto Médico Legal] não vai sair de Guaraí. Vai apenas passar por uma reestruturação nos próximos meses para atender ainda melhor a população”. A afirmação é do presidente da Câmara Municipal, Saboinha Junior (PV), que participou de uma reunião com a superintendente da Polícia Técnico-Científica da Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP), Nelsiane Martins Parente Azevedo, para tratar do provável fechamento da unidade do IML de Guaraí. A notícia foi amplamente divulgada nos últimos dias e causou apreensão de autoridades e moradores.

O encontro foi realizado na manhã desta terça-feira, 17, na sede da SSP, em Palmas, e também contou com a participação dos vereadores de Guaraí - Bonfim (DEM), Davi Rocha (PDT), Fátima Coelho (PSC), Gercival Lopes (PRB), Gleidson Bueno (MDB), Mikeias Feitosa (PR), Tarcísio Ramos (PSB) e Walter Medeiros (PSD); a prefeita de Guaraí, Lires Ferneda (PSDB), e o delegado regional da Polícia Civil Adriano Carrasco.

No encontro, ficou definido que será suspenso o processo de fechamento do órgão e será formada uma comissão com membros da Prefeitura de Guaraí, Câmara Municipal e Polícia Civil para definir um prédio estadual onde seja possível instalar a nova sede do IML em Guaraí. A contrapartida do Município será a reforma do prédio.

Além da reunião com a superintendente da Polícia Técnico-Científica, os representantes do Legislativo guaraiense também estão articulando junto aos deputados estaduais que representam Guaraí para que seja firmado convênio entre a SSP e a Secretaria Estadual da Saúde, que permita a cessão de profissionais do Hospital Regional de Guaraí ao IML de Guaraí, o que viabilizará o pleno funcionamento da unidade.