Poltica

DECLARAO

Wanderlei Barbosa assegura que Hospital de Pedro Afonso no se tornar UPA

28/06/2019 08h19 - Atualizado em 08/07/2019 14h44
Wanderlei Barbosa assegura que Hospital de Pedro Afonso no se tornar UPA
Vice-governador, equipe da Sade, Jairo Mariano e Lili Bencio

Henrique Lopes

O vice-governador do estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa (PHS), divulgou no dia 27 de junho, um comunicado tranquilizando moradores de Pedro Afonso e região sobre a possível transformação do Hospital Regional de Pedro Afonso (HRPA) em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o vice-governador afirmou que não existe dentro do governo e da Secretaria de Estado da Saúde, nenhuma ação que prevê reduzir a unidade hospitalar de Pedro Afonso, referência para mais de dez cidades da região, em UPA. “Durante todo o dia vi a preocupação do prefeito Jairo Mariano, que me procurou e fomos a Secretaria de Saúde para tirar algumas dúvidas. Diziam nas redes sociais aí da região que o hospital seria transformado em UPA. Nenhum estudo tem por parte do Governo do Estado ou da Secretaria de Saúde neste sentido. Nós estamos firmes e vamos continuar trabalhando para melhorar cada vez mais a saúde do estado do Tocantins. Essa informação não é verdadeira. É uma tranquilidade que dou para vocês todos após uma conversa com o secretário de saúde, com o superintendente, com diretores, junto com o prefeito Jairo Mariano, a vereadora Lili e outras pessoas de Pedro Afonso.”, afirmou vice-governador.

A declaração de Wanderlei Barbosa ocorreu após reunião entre ele, o prefeito de Pedro Afonso, Jairo Mariano (PDT), a vereadora Lili Benício, e a equipe da Secretaria de Saúde.

“Após os comentários nas redes sociais, fomos fazer gestão, eu e vereadora Lili, junto ao vice-governador, e recebemos a confirmação pelos técnicos da Secretaria de Saúde de que não há, em hipótese alguma, essa possibilidade por meio do Governo do Estado que precisa, volta e meia, fazer reajustes, mas não haverá a retirada do Hospital de Pedro Afonso. Isso foi deixado bem claro”, tranquilizou Jairo Mariano.

MPE cobra esclarecimento
Com base nos rumores, o Ministério Público Estadual, por meio da2 ª Promotoria de Justiça de Pedro Afonso, que tem como titular o promotor Luiz Antônio Francisco Pinto, abriu um procedimento chamado Notícia de Fato, no qual dá o prazo de 24h para que o Governo do Estado esclareça as informações sobre a possível mudança no Hospital Regional de Pedro Afonso (HRPA) em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

O Ministério Público também solicitou, em caráter de urgência, uma posição da direção do hospital, sobre a retirada dos serviços de atendimento pediátrico que, segundo comentários, serão suspensos na unidade.

As respostas devem ser encaminhadas ao promotor até às 17 horas desta sexta-feira, 28 de junho.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que o Hospital Regional de Pedro Afonso conta com uma equipe multiprofissional voltada para atendimentos em pediatria, conforme escala divulgada no site oficial da secretaria, e que, desta forma, não há descontinuidade dos serviços na unidade em se tratando do atendimento pediátrico.