Cidades

BOM JESUS

Moradores reclamam do preo da tarifa de gua; Hidro Forte justifica

18/07/2019 16h10 - Atualizado em 24/07/2019 11h30

Caíque Tétis

Sanados os problemas com a qualidade e o fornecimento de água em Bom Jesus, consumidores agora reclamam do valor das faturas que estão recebendo. Um vídeo em que um morador, conhecido pelas mobilizações contra a terceirização do sistema de água no município, viralizou na internet ao mostrar uma fatura residencial no valor de R$ 5.082,22. 

No vídeo, que tem pouco mais de dois minutos, o pedreiro João Batista acusa a empresa Hidro Forte Administração e Operação Ltda, ganhadora da concessão em 2018, de lesar a população com valores abusivos. 

Após repercussão nas redes sociais, a empresa Hidro Forte Administração e Operação Ltda, que administra o sistema de abastecimento do município, que tem cerca de cinco mil habitantes, enviou nota ao Portal CNN. No documento, o diretor de Operação, Marcus Braz, afirma que quando o consumo ultrapassa a média dos últimos quatro meses é feita uma visita na residência, comunicado ao usuário do consumo alterado e orientado para verificar as instalações internas. “Nos casos de alto consumo, o usuário é informado e então aguardamos um prazo de 72 horas para o retorno, se não houver retorno é faturado o volume medido e deixada a fatura na residência do cliente”, informou a empresa.

Ainda de acordo Hidro Forte Administração e Operação Ltda, em situações que envolvem vazamentos ocultos nas instalações internas dos imóveis e mediante a eliminação comprovada da irregularidade pelo usuário, a empresa aplica descontos sobre a fatura emitida. “Haverá o desconto de valor correspondente a até 30% do volume medido acima da média de consumo limitado ao faturamento em que o prestador de serviços alertou o usuário sobre a ocorrência de alto consumo”. 

Com o valor da taxa mínima de R$ 38,60 e a tarifa social de R$ 19,30, a empresa disse que o imóvel citado no vídeo estava fechado e após todas as tentativas de contato não foi encontrado ninguém para tratar da referida fatura, e o consumidor também não compareceu ao escritório local para atendimento.

Confira o vídeo: