Cidades

OPERA TOCANTINS

Hospital de Pedro Afonso realiza 36 cirurgias durante mutiro

09/12/2019 17h18 - Atualizado em 09/12/2019 18h01

A equipe médica do Hospital Regional de Pedro Afonso Leôncio Miranda realiza, durante este mês de dezembro, um mutirão de cirurgias eletivas, através do Programa de Aprimoramento da Gestão Hospitalar (PAGH-Cirúrgico), conhecido como Opera Tocantins.

Pela primeira vez participando do programa, que tem como objetivo diminuir as filas de cirurgias eletivas com realização deste tipo de procedimento em horários diferenciados como finais de semana e a noite, quando os centros cirúrgicos têm menor movimentação, o município de Pedro Afonso realizou 36 procedimentos cirúrgicos.

Onze profissionais, entre eles o cirurgião geral Fabricio Vieira, o ginecologista e obstetra Giuliano Rezende e o médico anestesiologista Widglan Lima, além dos médicos auxiliares Paulo Sérgio Alves, Francisco Alves, Maria Helena Araújo Santana e Elson Valadares, enfermeiros e técnicos em enfermagem participaram do mutirão de atendimento. De acordo o médico cirurgião Fabrício Vieira, a ação traz uma celeridade às filas de espera em toda a regional ao permitir que as pessoas sejam atendidas de forma rápida e descentralizada. “Muitos pacientes ainda esperariam meses por esse atendimento que está sendo realizado agora. Isso valoriza o profissional, toda a equipe médica com o apoio do governo, além de facilitar o acesso da população aos serviços”, destacou.

O morador de Palmeirante José Paz Lima Rodrigues conta esperava na fila para a cirurgia há mais de quatro meses. “Estava no 28º lugar na fila de espera, mas o mutirão fez com que eu fosse chamado e isso é muito bom, pois eu só faria a cirurgia em fevereiro, mas já vou entrar o ano novo com o tratamento feito”, afirmou.

Também de Palmeirante, a dona de casa Georgina da Silva revela que a realização do mutirão trouxe uma felicidade par quem espera na fila. “É muito bom, pois as pessoas são atendidas mais rápido, o que deixa elas felizes. Ainda mais quando temos uma equipe como a de Pedro Afonso”, declarou.

A pedroafonsina Antônia Maria Barbosa descreve a ação como um beneficio para a população. “Mais ações dessas deveriam ser feitas, assim as pessoas são atendidas mais rápido. Isso e um ótimo beneficio para a gente que estava esperando na fila e não sabia nem quando ia receber atendimento”, completou.

Para a diretora geral do Hospital Regional de Pedro Afonso Azenath Correia, o mutirão irá desafogar as filas de espera e mostrar o potencial da unidade. “Pedro Afonso tem uma equipe profissional extremamente capacitada e que se mostrou muito sensível a demanda por cirurgias, trabalhando para, durante todo o mutirão, atender o máximo de pacientes e assim permitir com que eles saiam da fila de espera” declarou ao parabenizar a equipe de profissionais.