Segurana e Justia

FISCAL ADAPEC

DNA vai comprovar se restos mortais encontrados em veculo so de fiscal da Adapec

28/11/2019 15h09 - Atualizado em 04/12/2019 09h14

O veículo do fiscal da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Adapec), Carlos Roberto da Silva, 56 anos, que havia sido usado durante um possível sequestro ocorrido na noite da última terça-feira, 26, foi encontrado incendiado e com restos mortais carbonizados na noite de 27 de novembro.

O carro, um VW Voyage de cor prata, foi localizado em uma chácara abandonada no município de Colméia, a cerca de 35 km de Guaraí.

Em entrevista ao Portal CNN, o delegado Adriano Carrasco, responsável pela investigação, disse que ainda não e possível confirmar que os restos mortais encontrados são do fiscal. “Precisamos de testes de DNA para comprovar a veracidade”, afirmou.

Carrasco também afirmou que a Policia Civil investigação do crime tem várias linhas e que não poderia prestar mais informações, mas várias pessoas ligadas a Carlos Roberto Silva e familiares estão sendo ouvidas.

Caso

Carlos Roberto da Silva foi abordado por dois homens encapuzados, que inicialmente teriam se identificado como policiais, por volta das 22h, na noite de 26 de novembro, quando chegava a residência da sua namorada, localizada no Setor Jardim Irani.

Em seguida foi levado para destino desconhecido.