Turismo e Meio Ambiente

SUSTENTABILIDADE

Praa Ecolgica de Rio Sono, a primeira do Jalapo, inaugurada e muda visual da cidade

11/05/2014 11h11 - Atualizado em 20/05/2014 17h00
Praa Ecolgica de Rio Sono, a primeira do Jalapo,  inaugurada e muda visual da cidade
Manuca Cruz

Fred Alves

O cenário feio com muito lixo espalhado é coisa do passado em uma área do Setor Novo Horizonte, na cidade de Rio Sono. No local foi construída a primeira praça ecológica do Jalapão e a segunda do Tocantins.

A Praça Ecológica 5 de Junho, em homenagem à data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, foi inaugurada no final da manhã do sábado, 10 de maio. A iniciativa é do grupo Amigos do Meio Ambiente (AMA) em parceria com a Prefeitura de Rio Sono, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, e apoio de 15 voluntários da comunidade e da Coapa – Cooperativa Agroindustrial do Tocantins, responsável pela cessão da mudas de espécies nativas usadas na arborização.

Foram quase 40 dias de trabalho para que tudo ficasse pronto no dia em que Rio Sono comemorava 32 anos de emancipação política. Na construção da praça foram usados 6700 garrafas PET e 67 pneus de vários tamanhos, materiais que seriam descartados incorretamente no meio ambiente.

Quem participou do trabalho ficou feliz com o resultado final. É o caso da missionária da Igreja Batista Leila de Oliveira Paula. A goiana mora em Rio Sono há três anos e foi uma das voluntárias mais ativas no trabalho. “É a realização de um sonho. Essa praça era um lixão e agora vai se tornar um ponto de encontro dos moradores. Também vai ajudar em atividades de educação ambiental de crianças e adolescentes. Esse trabalho serviu para mostrar a comunidade que cada cidadão pode contribuir para termos uma cidade melhor”, disse Leila, lembrando que será uma fiscal do local contribuindo na sua preservação.

A aposentada Neusa Pontes mora em frente ao novo espaço público, onde por anos o que se via era lixo e sujeira. Emocionada disse que vai ajudar a cuidar do local. “Estou muito feliz em ver essa mudança em nossa cidade”, resumiu a moradora.

Presidente do AMA em Rio Sono, o estudante Wallyson Henrique Coelho Costa, de 10 anos, destacou o papel da comunidade na construção da praça ecológica. “Todos abraçaram a causa e agora temos um espaço lindo em nossa cidade”, disse o garoto.

O fundador do AMA, professor Fabricio Rocha, que coordenou o trabalho de construção da praça juntamente com secretária de Meio Ambiente, Valdinete Batista, destacou que a mudança no cenário urbano proporcionada pela construção do espaço público mostra que a união da comunidade com o poder público traz resultados positivos. “Estou feliz com o resultado do trabalho, valeu à pena o esforço de todos. Agora cabe a comunidade cuidar do local”, disse Fabricio, que também agradeceu o apoio do governo do município e dos voluntários que se empenharam para a execução do projeto ambiental.

“Essa praça traz um lado educativo e social. Essa é uma experiência que vou levar para outros prefeitos. Agradeço muito ao professor Fabricio Rocha que deixou suas atividades em Pedro Afonso e veio dar sua contribuição ao nosso município”, afirmou o prefeito de Rio Sono, Roberto Campos. Na ocasião ele também anunciou que buscará recursos financeiros para iluminar e colocar bancos na Praça Ecológica 5 de Junho.

Santa Maria e Pedro Afonso
Também está em fase final o trabalho de construção da Praça Ecológica de Santa Maria do Tocantins. A previsão é que seja inaugurada no próximo dia 10 de junho, quando o município comemora 22 anos de emancipação política.

Primeira Praça Ecológica a ser construída no Tocantins a de Pedro Afonso ainda precisa do término das obras de esgoto e aterramento para ser entregue oficialmente à população.