Cidades

SEM PAGAMENTO

Servidores da Sade de Taboco esto com salrios atrasados

17/03/2015 11h25 - Atualizado em 24/03/2015 17h05
Servidores da Sade de Taboco esto com salrios atrasados
Ilustrao

João Paulo Bueno

O CNN recebeu informações que 53 funcionários da Prefeitura de Fortaleza do Tabocão ainda não receberam o salário referente ao mês de fevereiro que deveria ter sido pago até o dia 10 de março. A situação prejudica todos os funcionários da Secretaria de Saúde e do Pronto Atendimento Dr. Pedro Zanina, o único da cidade. Os trabalhadores informaram que já fizeram contato com as autoridades que sempre marcam data para o pagamento, porém não cumprem. Além da falta de salário, há reclamação quanto à falta de instrumentos e condições para o trabalho.

“Estamos sem receber nosso pagamento há uma semana, já questionamos o prefeito, todo dia ele afirma ‘amanhã sai’ o pagamento e nada. Estamos exaustos, não somente pelo fato de atrasar o pagamento, mas também pelo descaso com os profissionais”, comentou um servidor que temendo represálias, pediu para não ser identificado.

As informações dão conta de que funcionários dos mais diversos setores estão passando por essa situação. Médicos, dentistas, enfermeiros, técnicos, agentes de saúde, auxiliar de serviços gerais, vigias, motoristas e administrativo estão sem receber os salários.

“O dia certo [para o pagamento] é dia 1º, mas com o tempo passou a ser dia 10. Com a saúde é a primeira vez que acontece o atraso, mas com a Educação isso é constante. Tem uma semana hoje o atraso! E ontem ele [prefeito de Fortaleza de Tabocão] afirmou que sairia o pagamento até meio dia dessa segunda-feira e nada. É o q ele tem feito, durante uma semana”, denunciou a fonte dessa matéria.

Os funcionários relataram ter procurado inicialmente o secretário municipal de Saúde, Wagner Fonseca Sardinha, mas não receberam nenhuma posição favorável a demanda apresentada.

Eles também procuraram o prefeito de Fortaleza do Tabocão, Flavinho (PSD), e o secretário de Finanças, Márcio Leandro Silveira, contudo nenhuma solução foi assegurada aos servidores.

O CNN fez contato com os representantes da administração municipal, mas ninguém respondeu aos telefonemas feitos. O espaço continua aberto para eles se posicionarem oficialmente sobre a falta de pagamento aos servidores municipais da Saúde. (Colaborou Fred Alves)