Segurana e Justia

BRIGA EM BAR

Beberam juntos e discutiram. Saldo: um morto, outro esfaqueado

03/04/2016 16h47 - Atualizado em 04/04/2016 12h07
Beberam juntos e discutiram. Saldo: um morto, outro esfaqueado
Espingarda usada no assassinato de Israel Cirqueira

Fred Alves

Ismael Alves Cirqueira, 44 anos, morreu na tarde da terça-feira, 22 de março, no povoado Mansinha, zona rural do município de Rio Sono. Pouco tempo depois, Luis Pereira da Glória, 47 anos, acusado pelo crime, foi preso por uma equipe do 3º BPM.

Segundo apurado pelo CNN, os dois consumiam bebidas alcóolicas em um bar do povoado quando se desentenderam. Em seguida Ismael desferiu duas facadas na altura do tórax de Luiz Pereira.

Mesmo ferido, Luiz Pereira buscou uma espingarda artesanal do tipo “bate-bucha” e atirou em Ismael à queima roupa. A vítima morreu ainda no local.

Luiz Pereira foi localizado depois de fugir em uma estrada vicinal, por uma equipe do 3º BPM do destacamento de Lizarda (TO). Estava na carroceria de um veículo e ferido. Foi levado inicialmente para o posto de saúde de Lizarda e posteriormente ao Hospital Geral de Palmas. Ao ter alta, o acusado de homicídio será apresentado na Central de Flagrantes da capital tocantinense para os procedimentos previstos em lei.

A Perícia Técnica foi acionada e o corpo de Ismael Alves Cirqueira foi transportado ao Instituto Médico Legal (IML) de Palmas.
 

Leia por Assunto: 3 BPM LizardaRio Sonocrime espingarda