Cidades

CASA DE PEDRA

Tragdia em Santa Maria deixa 10 mortos

01/11/2016 16h21 - Atualizado em 04/11/2016 16h29
Tragdia em Santa Maria deixa 10 mortos
F. Oliveira

Fred Alves

A Polícia Civil confirmou a morte de dez pessoas vítimas de um desabamento ocorrido em uma gruta, conhecida como Casa de Pedras, localizada a 10 quilômetros da cidade de Santa Maria do Tocantins. A tragédia ocorreu na manhã da terça-feira, 1º, quando fieis celebravam o Dia de todos os Santos, tradição há mais de 50 anos na região. As pessoas que faleceram rezavam o terço no momento em que uma pedra caiu sobre o altar.

Cerca de 50 pessoas estavam no local no momento que parte da rocha caiu. 

Confira a seguir a lista das vítimas fatais:
1. Valdemir Lourenço de Oliveira - organizador do evento – 57 anos 
2. Ozeias Menezes Santiago – 9 anos 
3. Sunamita Menezes Santiago – 10 anos 
4. Elma Divina Menezes Santiago - mãe das crianças – 49 anos 
5. Nercilia Dias Coutinho – 64 anos 
6. Dorival Pinto Soares – 58 anos 
7. Joanice de Sousa Miranda – 52 anos 
8. Domingas Pereira Guimarães de Sousa – 66 anos 
9. Deuzenira Ferreira da Luz – 45 anos 
10. Thays Soares Ferreira – 17 anos 

As vítimas fatais e os feridos foram retirados de baixo das pedras por voluntários. Quando a equipe do Corpo de Bombeiros chegou, isolou a área e fez novas buscas no local.

Inicialmente os corpos das dez vítimas da tragédia foram trazidos para a unidade do Instituto Médico Legal de Pedro Afonso. Em seguida foram levados para Palmas para exames, e somente depois liberados para as famílias realizarem os funerais.



Feridos
Sete vítimas do acidente deram entrada no Hospital Regional Público de Pedro Afonso. Duas tiveram fraturas nas pernas – um rapaz e uma moça – e foram transferidos para Palmas. Outras tiveram escoriações leves e permanecem hospitalizados, mas não correm risco de morte. Foi intenso o movimento de parentes de vítimas na unidade, que inclusive convocou funcionários de folga para reforçar o atendimento aos feridos. Pessoas feridas também foram levadas para Palmas.

A reportagem do Portal CNN conversou com o funcionário público estadual Marcelino de Sousa Morais, 56 anos, que tem uma fazenda nas proximidades, e por pouco não foi soterrado. Ele contou que escutou um forte barulho e que a parte da gruta que caiu atingiu um local onde fica um altar fixo. Segundo Marcelino, cerca de 40 pessoas estavam nas proximidades, mas não soube precisar quantas foram atingidas pelas pedras.

Ele relatou que 30 minutos antes uma missa havia sido celebrada a cerca de 5 metros de onde parte da estrutura da gruta desabou. "Se tivesse caído no local da missa tinha morrido muita gente", relatou emocionado Marcelino.

A prefeita de Santa Maria do Tocantins Helen Ruth (PMDB) lamentou a tragédia e anunciou que vai decretar luto oficial por três dias.