Cidades

INQURITO

Sobreviventes da tragdia de Santa Maria do Tocantins sero ouvidos na prxima semana

07/11/2016 15h30 - Atualizado em 08/11/2016 12h35

Fred Alves

A previsão é que seja concluído até o próximo dia 2 de dezembro, o inquérito policial que apura as causas do desabamento de uma gruta no município de Santa Maria do Tocantins, onde morreram dez pessoas e outras sete ficaram feridas. A tragédia ocorreu no último dia 1º de novembro, quando fieis católicos rezavam na gruta conhecida como Casa de Pedra. 

A investigação é conduzida pelo delegado regional de Polícia Civil Wlademir Costa Mota Oliveira, que disse ao Portal CNN nesta segunda-feira, 7, que na próxima semana as vítimas e outras testemunhas que estavam no local começarão a ser ouvidas. Elas foram identificadas por policiais civis que estiveram no local no dia da tragédia.

Ainda segundo o delegado, já foram requisitados os exames cadavéricos nos corpos das vítimas encaminhadas ao Instituto Médico Legal (IML) para se esclarecer as causas das mortes, bem como foi requisitada à Polícia Científica a pericia do local do acidente, e também solicitado o relatório dos trabalhos realizados pela Defesa Civil.

Em nota recente, a Secretaria de Segurança Pública afirmou que somente após a conclusão do inquérito policial é que poderá avaliar se há materialidade e indícios de autoria de algum crime para que sejam imputados aos responsáveis.

LEIA TAMBÉM                

Tragédia em Santa Maria deixa 10 mortos