Cidades

PREJUZO AO MEIO AMBIENTE

Incndio causa prejuzos em Pedro Afonso

23/08/2017 19h54 - Atualizado em 24/08/2017 11h32
Portal CNN
Fogo causou a morte de bois em Pedro Afonso

Francisco Pimente

Um grande incêndio foi registrado na terça-feira, 22, em uma área rural distante cerca de 20 quilômetros do centro de Pedro Afonso. Chamou atenção a velocidade com que as chamas se propagaram, o que pode ter sido facilitado pelos ventos que ocorrem nesta época do ano e pela vegetação seca.

O fogo atingiu canaviais pertencentes a Usina da Bunge e também áreas de preservação permanente (APPs) e áreas de reserva legal, e chegou a destruir pivôs usados para irrigação de lavouras de cana-de-açúcar. A última informação é que quase 50 bovinos morreram em consequência do fogo. 

Até a tarde desta quarta-feira, 23, o fogo ainda não havia sido controlado.

O Escritório Regional do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) de Pedro Afonso informou que tão logo foi avisado da ocorrência de um incêndio que iniciou em uma área agrossilvipastoril (florestas com agricultura e pecuária simultânea ou sequencial), deslocou uma equipe de fiscalização para avaliar os prejuízos causados ao meio ambiente.

Chegando ao local, os fiscais ambientais constataram que devido ao fogo ainda não ter sido controlado, não havia como mensurar a área atingida, porém em uma verificação inicial foi possível constatar que além de canaviais, o fogo atingiu Áreas de Preservação Permanente (APPs) e áreas de reserva legal.

Uma equipe do órgão ambiental retornará ao local nesta quarta-feira, 23, para fazer uma nova verificação.

O Naturatins disse ainda, que após a medição da área, constatação de crime ambiental e identificação do (s) responsável (eis) pelo incêndio, serão tomadas todas as providências previstas na legislação ambiental brasileira.

Veja fotos do incêndio:

 




 

Leia por Assunto: Bunge NaturatinsPedro Afonsofogo incndio