Cidades

BOM RESULTADO

APAE divulga balano do XI Boi no Rolete

27/09/2017 10h35 - Atualizado em 09/10/2017 10h43

Henrique Lopes

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Pedro Afonso, divulgou na segunda-feira, 25, a prestação de contas do XI Boi no Rolete da Apae.
A festa foi realizada no último dia 15 de setembro e contou com diversos pratos, leilões e shows com Reinaldo Sodré, Chamego.com e Sandro e Santiago. Conforme a direção da instituição, o Boi no Rolete se tornou uma festa tradicional da Apae e embora todas as edições tiveram sucesso e participação relevante da comunidade destacaram que a XI edição superou as expectativas. “Mesmo diante da crise econômica pela qual estamos atravessando, a participação e solidariedade da comunidade e parceiros fizeram a diferença para o grande êxito do evento, pois todos os objetivos foram atingidos”, revelou a presidente da APAE de Pedro Afonso, Maria Jucileide Lustosa.

De acordo com a equipe gestora da instituição, cerca de 60 pessoas, entre servidores e voluntários estiveram envolvidos na organização da festa, que contou com a presença de aproximadamente 1000 pessoas.

Ao todo foram adquiridos em receitas totais para a realização do evento, incluindo venda de ingressos, doações e patrocínios o valor de R$ 38.675,00. Já as despesas da festam somaram R$ 18.917,55, restando de lucro a quantia de R$ 19.957,45.

O dinheiro será revertido na execução do planejamento de obras da APAE, que tem como prioridades a construção do muro nos fundos da instituição e a ampliação da altura dos muros já existentes, além da construção de um forno permanente para os eventos, do piso paralelo à cozinha e do acabamento dos banheiros do salão multiuso.

Para Maria Jucileide Lustosa, o sucesso do XI Boi no Rolete se deve a comunidade e aos parceiros “Todos sempre tem abraçado com muito carinho e solidariedade à causa apaeana. Só temos que agradecê-los por entender a relevância dos serviços prestados pela APAE à Comunidade de Pedro Afonso, Bom Jesus e Tupirama e ressaltar que juntos seremos sempre mais fortes”, afirmou a gestora.

Solidariedade contínua
Apesar dos recursos adquiridos com as festas e demais eventos realizados pela APAE, os valores anuais administrados pela instituição ainda são insuficientes para investir na melhoria de alguns serviços prestados.

Desta forma, a direção afirma que necessita da solidariedade permanente dos parceiros, uma vez que os recursos recebidos dos órgãos governamentais são poucos para dar atendimento integral à maioria dos alunos que frequentam a escola especial. “Um exemplo é o valor para alimentação, oriundo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação [FNDE] e que é apenas de R$ 619,20 mensais, para atender três refeições servidas diariamente aos alunos da APAE”, revelou a presidente.

Além das festas, os interessados a ajudar de forma contínua a APAE de Pedro Afonso podem colaborar através de doações espontâneas que são registradas no livro de doações ou por meio de depósitos na Conta Doações no Banco do Brasil Agencia 1595-4 C/C 17335-5.

A Apae também possui um carnê para as pessoas que querem doar um valor mensalmente e recebe cestas básicas com alimentos perecíveis e não perecíveis, além de roupas, calçados, bolsas e bijuterias em condições de uso, utilizadas para realização do bazar da instituição.
 

Leia por Assunto: APAE de Pedro Afonso