Poltica

ESPAO

Parlamentares querem maior participao das mulheres na poltica e na economia

03/03/2020 18h35 - Atualizado em 05/03/2020 17h46

Em sessão solene realizada dia 3 de março, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher (8 de março), os parlamentares destacaram as histórias de vida das homenageadas, consideradas exemplos de superação, empreendedorismo e luta pelo empoderamento feminino.

Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Antônio Andrade destacou a importância da proteção dos direitos da mulher na sociedade. Ele defendeu o combate à violência contra a mulher, citando que o Tocantins ocupa a 8ª posição no ranking nacional da violência contra as mulheres.

“Este Parlamento está comprometido com as causas das mulheres. Basta ver o número de projetos de autoria dos nossos deputados que visam proteger e empoderar a mulher tocantinense”, disse.

Já a deputada Cláudia Lelis (PV) destacou a necessidade de assegurar condições ideais de liberdade às mulheres, com igualdade de direitos e plena participação nas atividades política, econômica e cultural da nação. “Precisamos ocupar cada vez mais espaço na sociedade, especialmente na política, pois isso é que faz a diferença”, afirmou.

De acordo com Lelis, o Brasil é um dos piores países em termos de representatividade política feminina, ocupando o terceiro lugar na América Latina. No ranking de 190 países, ocupa somente a 152ª posição em relação ao percentual de parlamentares homens e mulheres na Câmara dos Deputados.

A conclusão dos trabalhos ficou a cargo da deputada Valderez Castelo Branco (PP), que presidiu a sessão. “Sabemos a importância da mulher na família, na sociedade, nos poderes constituídos, nas ações sociais, enfim, em todos os lugares. Precisamos ocupar cada vez mais nosso espaço”, concluiu, ao destacar suas ações em prol da mulher quando foi prefeita de Araguaína e, agora, como deputada estadual.

Também fizeram pronunciamentos os deputados Elenil da Penha (MDB), Amália Santana (PT), Júnior Geo (PROS), Leo Barbosa (Solidariedade), Luana Ribeiro (PSDB) e Vanda Monteiro (PSL), além do vice-governador Wanderlei Barbosa e da primeira-dama da Casa, Virginia Andrade.